10 de jun de 2010

Camões, João, Guinga, Judy, Bibi, Rômulo Arantes, Rappa, Strokes, Legião, Ozzy, Black Country Communion, Iron Maiden, Jeff Beck, The Vaselines

Uma das bandas prediletas de Kurt Cobain, os Vaselines estavam devendo um segundo álbum fazia tempo - o primeiro e único foi "Enter the Vaselines". A banda, formada em 1987, se separou em 1989. O conjunto se reuniu recentemente e acabou entrando em estúdio para gravar "Sex with an X", que chegará às lojas em 14 de setembro. O produtor, Jamie Watson, é o mesmo do primeiro álbum. As faixas de "Sex with an X" são as seguintes: "Ruined", "Sex with an X", "The devil inside me", "Such a fool", "Turning it on", "Overweight but over you", "Poison pen", "I hate the 80's", "Mouth to mouth", "Whitechapel", "My god's bigger than your god" e "Exit the Vaselines". "I hate the 80's" já pode ser baixada gratuitamente aqui.

*****

Les Paul foi homenageado na noite de ontem por um time de guitarristas para celebrar os seus 95 anos. O anfitrião Jeff Beck recebeu convidados no Iridium Jazz Club, onde Les Paul se apresentava todas as segundas até a sua morte, em agosto passado. Meat Loaf, Little Steven Van Zandt (da E Street Band), Zakk Wylde, Kirk Hammett (Metallica) e outros fizeram uma apresentação de mais de duas horas de duração. Canções como "Walking in the sand," "Sleepwalk", "Train kept A-Rollin", "Rock around the clock", "Shake, rattle and roll" e "The Peter Gunn theme" fizeram parte do repertório. O show foi filmado para um especial da PBS, bem como para um DVD, que será lançado ainda esse ano.

*****

O Iron Maiden iniciou ontem, em Dallas, nos Estados Unidos, a turnê de seu novo álbum, "The final frontier", que chegará às lojas em agosto. No repertório, como sempre, muitas canções do novo álbum, assim como sucessos. Mas duas coisas me surpreenderam nesse show: 1) o início, com a dobradinha "The wicker man" e "Ghost of the navigator", as duas primeiras faixas de "Brave new world" (2000), e que também abriam aquela turnê, que ganhou DVD registrado no Rock in Rio de 2001; 2) poucas músicas dos anos 80, que acabaram concentradas só no finalzinho do show. O repertório completo da estreia da turnê do Iron Maiden foi o seguinte: "The wicker man", "Ghost of the navigator", "Brighter than a thousand suns", "El Dorado", "Paschendale", "The reincarnation of Benjamin Breeg", "These colours don't run", "Blood brothers", "Wildest dreams", "No more lies", "Brave new world", "Fear of the dark", "Iron Maiden", "Number of the beast", "Hallowed be thy name" e "Running free". Abaixo, um vídeo amador da abertura da apresentação, com "The wicker man".



*****

Mais uma "superbanda" anunciou o lançamento de um álbum. Dessa vez foi o Black Country Communion, que tem entre seus integrantes Glenn Hughes (ex-Black Sabbath e ex-Deep Purple), Jason Bonham (filho de John Bonham, que tocou bateria no Led Zeppelin), Derek Sherinian (Dream Theater) e o guitarrista Joe Bonamassa. O álbum, produzido por Kevin Shirley, se chamará "Black country", e será lançado no dia 20 de setembro. A relação de faixas é a seguinte: "Black country", "One last soul", "The great divide", "Down again", "Beggarman", "Song of yesterday", "No time", "Medusa", "The revolution in me", "Stand (At the burning tree)", "Sista Jane" e "Too late for the sun". Para quem quiser conhcer um pouco da banda, segue abaixo o vídeo de "One last soul".



*****

"Não é por causa dos animais. Quer dizer, eu trabalhava em um matadouro... Eu só não consigo mais digerir carne." (Ozzy Osbourne, o ex-"devorador de morcegos" ao Spinner)

*****

Com um atraso de mais de uma década, a principal banda brasileira dos anos 80 ganha o seu site oficial. Parece que a relação entre Dado Villa-Lobos / Marcelo Bonfá e os herdeiros do Renato Russo está mais traquila, a ponto de viabilizar o site http://www.legiaourbana.com.br/. Pelo que vi, a ideia é fazer um site interativo, com fãs postando vídeos caseiros com interpretações das músicas da Legião, além de mural de recados e notícias publicadas pela imprensa. Só senti falta de novidades a respeito da banda. Até hoje, a Legião Urbana tem apenas um DVD lançado, o "Acústico MTV", que não mostra a força da banda no palco. Quando é que os herdeiros e os dois ex-integrantes vão se entender e lançar o DVD com o show no Jockey? E o do Metropolitan? Será que eles não se tocaram que isso é importante para a história da banda? Renato Russo morreu 14 anos atrás. Apesar da sua força, a Legião precisa "se apresentar" às novas gerações. Uma comparação: os Smiths, volta e meia, lançam uma coletânea com alguma coisa diferente. Por que a Legião não faz isso? Há oito, sete anos, na hora da rodinha de violão no churrasco, não faltava "Faroeste caboclo", "Quase sem querer"... Hoje, não tem mais Legião. Por quê? Porque o tempo passou, as pessoas creseceram, e a Legião ficou adormecida. Sem site, sem gravações novas nas lojas, sem os ex-integrantes aparecerem... Bom, acho que a ideia do site é um ótimo começo. Mas fica a torcida para que não termine por aí. Por favor, não deixem a Legião Urbana morrer.

*****

E depois de quatro anos, os Strokes realmente voltaram aos palcos ontem, em Londres. Os ingressos estavam sendo vendidos na porta por 50 vezes o valor de bilheteria. Dizem que até Chris Martin, do Coldplay, foi conferir a apresentação dos Strokes, cujo repertório foi esse aqui: "New York City cops", "The modern age", "Hard to explain", "Repitilla", "Whatever happened", "You only live once", "Soma", "Vision of division", "I can't win", "Is this it", "Someday", "Red light", "Last nite", "Under control", "12:51", "Juicebox", "Heart in a cage" e "Take it or leave it". E o melhor vídeo que encontrei no YouTube foi o de "Juicebox".



*****

"Ao vivo", novo DVD da banda O Rappa, chegará às lojas até o final do mês. Filmado na favela da Rocinha, o show foi registrado por oito câmeras, e "ângulos inacreditáveis da maior comunidade do país, sonorizado com uma qualidade impecável", segundo o release. As faixas presentes são as seguintes: "Meu mundo é o barro", "Reza vela", "Lado B lado A", "Hóstia", "Homem amarelo", "Mar de gente", "Documento", "Minha alma - A paz que eu não quero", "Monstro invisível", "Hei Joe", "Maneiras", "Tribunal de rua", "Linha vermelha", "Meu santo tá cansado", "O que sobrou do céu", "Rodo cotidiano", "Todo camburão tem um pouco de navio negreiro", "7 vezes", "O salto", "Vapor barato", "Súplica cearense", "Me deixa", "Pescador de ilusões" e "Ilê Ayê - Que bloco é esse". "Ao vivo" também será lançado em CD - duplo ou dois volumes vendidos separadamente.

*****

E, por incrível que possa parecer, hoje já faz 10 anos que o ator Rômulo Arantes sofreu o acidente de ultraleve que o vitimou aos 43 anos de idade. Nadador profissional, Rômulo participou de novelas importantes como "Perigosas peruas", "Riacho doce", "Pantanal", "Sassaricando", "A gata comeu", "Vereda tropical" (na qual fazia exatamente o papel de um professor de natação) e "Brilhante". O seu último trabalho na televisão foi o programa "Zorra total".



*****

Agora eu vou falar da segunda diva que nasceu no dia 10 de junho de 1922. Abigail Izquierdo Ferreira, ou simplesmente, Bibi Ferreira. Filha do ator Procópio Ferreira, Bibi nasceu em Salvador, e fez a sua estreia (dizem) aos 24 dias de vida, substituindo uma boneca em uma peça. No decorrer de sua carreira, atuou e dirigiu peças e musicais importantes, como "Minha querida dama" (versão de "My fair lady"), "Gota d'Água", "Brasileiro, profissão: esperança", "Roque santeiro" e "Bibi canta Piaf".



*****

Hum, agora eu quero falar de duas divas que fazem aniversário no dia 10 de junho. Mas, olha, duas divas mesmo! E o mais curioso é que elas nasceram no mesmo dia: 10 de junho de 1922. A primeira é Judy Garland, a atriz que fazia esse moleque aqui babar na tela da televisão vendo "O mágico de Oz". Eu me lembro de um dia (tinha tipo uns 5 anos de idade) que fiquei uma tarde de sábado inteira vendo "O mágico de oz". Foram quatro vezes e meia. Eu não sabia que, no videocassete, você podia apertar o stop e depois o rewind para voltar mais rápido. Então, o que eu fazia? Colocava o rewind no dedo mesmo, durante uns 10, 15 minutos. Conclusão, um dedinho inchado e cheio de pus no sábado à noite. Mas com a maravilha logo abaixo sem sair da cabeça. Ah, e se você quiser conhecer bem a obra da Judy, mas não tem muito saco para essas interpretações antigas, coloque para rodar o DVD "Rufus! Rufus! Rufus! does Judy! Judy! Judy!", lançado por Rufus Wainwright, em 2007.



*****

Se tem alguém que deve ter muito orgulho de ter nascido no mesmo dia de João Gilberto, esse alguém é Guinga. Um dos maiores violonistas do país, ele completa 60 anos hoje. Os principais parceiros de Guinga são Paulo César Pinheiro e Aldir Blanc, e ele também compôs a bela "Você, você", com Chico Buarque. Mas, para mim, o seu nome está ligado mesmo ao fabuloso álbum "Catavento e girassol", que Leila Pinheiro gravou com 14 composições suas. Parabéns ao grande violonista - e dentista!



*****

Mesmo sem querer, o cara, volta e meia, está na mídia. E recentemente, com a ótima entrevista publicada pela Veja Rio, ele está sob os holofotes de novo. Passou mal com a comida de um restaurante japonês, não conhece Lady Gaga, está desiludido com o Brasil, quer gravar um DVD em um templo japonês... Pronto, cada suspiro virou manchete. E hoje, João Gilberto completa 79 anos. Mesmo arredio (como sempre), João continua dando os seus shows por aí - tem três marcados nos Estados Unidos nesse mês. E que ele volte logo para repetir no Brasil aquelas noites históricas no Teatro Ibirapuera e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em 2008. Salve João!



*****

"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?"

Não, hoje a homenagem não vai para a Legião Urbana (apesar de ela até merecê-la também como escreverei mais tarde). O poema acima, que foi musicado pela Legião em "Monte Castelo", é de Luís de Camões. O poeta português morreu faz exatos 470 anos. E, não por acaso, 10 de junho é o dia da Língua Portuguesa. E nessa matéria, como diz aquela velha canção portuguesa: "Só passa quem souber / E aprende-se a dizer saudade".