27 de abr de 2010

Gil, Raphael Rabello, Dinho, B-52's, Pacaembu, Neymar, The National, MIA, Cyndi Lauper, Green Day, Oasis, Neguinho, Spektor & Radiohead, Fredy Krueger

Vamos prender a tosse, gente??



*****

Eu morria de medo do Freddy Krueger nos anos 80. Estou louco para ver o filme novo da série... Haha...



*****

#medo.

*****

Lindo.



*****

Essa aqui eu vi no Popload: como pronunciar corretamente o nome daquele vulcão, que eu não vou perder tempo vendo como se escreve...




*****

Fofoca do dia.

*****

O CLIPE TOSCO DO DIA: "Mulher, mulher, mulher", de Neguinho da Beija-Flor. E só para aproveitar, se você quiser conhecer um disco decente do Neguinho, basta clicar aqui.



*****

VAI DAR MERDA: O "The Sun" publicou hoje que Gem Archer e Andy Bell estão tocando tanto no trabalho solo de Liam, quanto no de Noel Gallagher. Ambos estariam felizes porque "estão ganhando em dobro".

*****

VAI FICAR PIOR DO QUE JÁ ERA: O Green Day anunciou que vai regravar o seu álbum "American idiot", lançado originalmente em 2004, ao lado do elenco do musical homônimo que está na Broadway. Joey Ramone e Joe Strummer devem estar se revirando no túmulo com essa versão "Glee-Punk". Impressionante como nêgo se vende.

*****

Mundo cão.

*****

PERDIDA, FILHA?: Sai no dia 22 de junho o novo álbum de Cyndi Lauper, "Memphis blues", todo dedicado ao blues. O disco ainda conta com as participações especiais de B.B. King, Allen Toussaint e Johnny Lang. A cantora disse que esse é "o álbum que sempre quis fazer". Então tá.

*****

EM TEMPO: O videoclipe da MIA, postado ontem aqui, foi retirado do YouTube por conta de seu "conteúdo violento".

*****

TODO NA REDE: Já ouviram a música nova do The National? Conheci essa banda quando ela abriu um show do R.E.M. em Nova York, em 2008. Hoje já é uma das minhas bandas prediletas de todos os tempos da última semana. O novo álbum da banda ("High violet"), que pode ser ouvido todinho aqui, sai no dia 11 de maio.



*****

E já que estamos falando de futebol, devo dizer que era fã do Neymar até ontem. Olha só que entrevista lamentável. Eu dizia que ele teria a empáfia do Robinho daqui a dois anos. Mas, pelo jeito, não precisei esperar tanto. Tomara que não vá pra Copa. E se for, tomara que voltem os dois de mãozinhas abanando.

*****

No dia 27 de abril de 1940, depois de quase dois anos de construção, foi inaugurado o estádio do Pacaembu, em São Paulo. Em sua estreia, houve uma rodada dupla. O Palestra Itália (atual Palmeiras) goleou o Coritiba por 6x2. E o Corinthians detonou o Atlético-MG por 4x2. O primeiro gol no estádio foi obra de Zequinha, do Coritiba. O estádio ainda abrigou seis jogos da Copa de 1950, inclusive o empate de 2x2 entre Brasil e Suíça - Alfredo e Baltazar marcaram para o Brasil. O estádio também serviu de palco para artistas importantes como Roberto Carlos, AC/DC, Rolling Stones e Paul McCartney. Foi lá que o Botafogo foi campeão brasileiro em 1995, em cima do Santos, e também a despedida de Romário da seleção brasileira, há exatos cinco anos.



*****

Quem também sopra velinhas hoje é Kate Pierson, uma das vocalistas do The B-52's. Kate faz 62 anos em um bom momento profissional. Depois de anos de ostracismo, em 2008, a sua banda lançou um excelente álbum ("Funplex") e saiu em uma vitoriosa turnê. O show aqui no Rio de Janeiro foi excelente. O do Rock in Rio de 1985, eu não estava, mas, pelo vídeo abaixo, dá para ver que foi sensacional.



*****

E quem faz aniversário hoje é Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial. Outro dia, estava lembrando de uma história curiosa. Na época da explosão dos Mamonas Assassinas, cujo vocalista também se chamava Dinho, alguns repórteres ligavam para Dinho Ouro Preto, pensando que ele era o vocal dos Mamonas. O engraçado é que, naquela época, Dinho Ouro Preto estava sumidão. Ele tinha saído do Capital e tentava engrenar uma carreira solo bem mediana. Hoje, o Capital Inicial é uma das bandas mais importantes (e relevantes) do Rock brasileiro. Uma das poucas que conseguem aliar popularidade e qualidade.



*****

E o que aconteceu nesse dia 27 de abril, hein? Hein, hein? Vamos começar relembrando um dos maiores violonistas brasileiros de todos os tempos? Raphael Rabello partiu dessa para melhor há exatos 15 anos. Nunca vi um show dele, mas por pouco. Devia ter uns 10, 11 anos de idade e meu pai me chamou para ver a apresentação do Ney Matogrosso ("À flor da pele"), que contava com Raphael Rabello no violão. Ri da cara dele e perguntei se ele tava maluco. (Na época, meu gosto musical só era bom para moleques de 10, 11 anos.) Uns quatro anos depois, "À flor da pele" se transformou, tipo, em um dos meus cinco discos prediletos de todos os tempos. E nunca mais tive a chance de conferir esse show ao vivo. Olha só o que eu perdi:



*****

Hoje é um dia muito especial, e a minha trilha sonora será sempre essa aqui...

Nenhum comentário: