21 de out de 2010

Jack Kerouac, Celia Cruz, Gillespie, Manfred Mann, Coltrane, Senna, Trio Mocotó, Harrison, Blink, U2+Danger Mouse, National, Phoenix+Daft Punk, Ari Up



Ari Up (17/01/1962 / 20/10/2010)

*****

Até voltaria a trabalhar como advogado. Mas só se fosse para trabalhar nesse escritório aqui:



*****

O vídeo não está lá essas coisas, mas dá pra ter uma ideia do encontro do Phoenix com o Daft Punk, ontem, no Madison Square Garden...



*****

No dia 09 de novembro, o Modest Mouse vai relançar dois EPs raros. "The fruit that ate itself" (1997), e "Sad sappy sucker" (gravado em 1994, mas lançado somente em 2001) estarão disponíveis em CD, vinil e download. Nos próximos dias 23 e 24 de outubro, a banda se apresenta na edição 2010 do Bridge School Benefit, idealizado por Neil Young.

*****

Bem espirituoso esse novo vídeo do The National, não??



*****

BOMBA: Bono revelou que Danger Mouse (do Gnarls Barkley e do Broken Bells) está produzindo o novo álbum do U2, que deve se chamar "Songs of ascent", e sair no início do ano que vem. "Temos 12 músicas trabalhadas com ele", disse o vocalista ao site Theage. "Ao que tudo indica, o álbum será lançado em breve, já que as coisas estão acontecendo muito facilmente." Bono disse também que o U2 está trabalhando em outros dois álbuns, o primeiro seria voltado para as pistas de dança, com participações de RedOne (que trabalhou com Lady Gaga), Will.i.am (do Black Eyed Peas) e David Guetta; o segundo é um trabalho baseado nas canções que ele fez com o guitarrista The Edge para o musical "Spider-Man".

*****

O baixista e vocalista do Blink 182, Mark Hoppus, postou um vídeo falando sobre as gravações do novo álbum de sua banda, o primeiro desde 2003.



*****

Considerado por muitos como "o melhor álbum dos Beatles", "All things must pass", primeiro trabalho solo de George Harrison gravado após a dissolução do quarteto de Liverpool, ganha nova versão em vinil triplo, a ser lançada no dia 26 de novembro, exatos 39 anos e 364 dias após o seu lançamento original. A edição, limitada e numerada, foi remasterizada em Abbey Road, e reproduz a arte original. Como não tinha muito espaço para apresentar as suas composições nos Beatles, Harrison acumulou um material excepcional durante alguns anos. Daí a sua opção de lançar um álbum triplo em 1970 - o primeiro da história do rock. A ironia maior é que os primeiros trabalhos solo de John Lennon e de Paul McCartney não foram muito relevantes, enquanto que esse de Harrison foi extremamente elogiado. Dizem até que os quatro gnomos adormecidos na capa seriam os integrantes dos Beatles, enquanto Harrison (sozinho) no meio, reinava. E se você quiser conhecer um pouquinho mais esse discaço, clique aqui.

*****

Chega às lojas no início do mês que vem, via Biscoito Fino, um álbum que eu já chamo de sensacional antes de tê-lo escutado: "Dizzy Gillespie no Brasil com Trio Mocotó - 1974" (capa acima). Quando visitou o país em 74, o trompetista gravou uma sessão com o Trio Mocotó no estúdio Eldorado. A fita estava perdida até o ano passado. Finalmente encontrada, foi digitalizada e chegará às mãos dos pobres mortais. O repertório é o seguinte: "Samba", "The truth", "Dizzy's shout (Brazilian improvisation)", "Evil gal blues", "Behind the moonbeam" e "Rocking with Mocotó".

*****

Falando um pouco de Fórmula 1 agora, hoje faz 20 anos que Ayrton Senna sagrou-se bicampeão mundial na categoria. Na verdade, o campeonato foi decidido em seis segundos, tempo necessário para Senna tirar o seu rival Alain Prost da pista. Foi uma espécie de vingança do piloto brasileiro, que, no ano anterior, se envolveu em um acidente com o mesmo Prost, tirando-lhe a chance de ser campeão naquela temporada - Prost acabou saindo vitorioso. "Este título é contra todos aqueles que lutaram contra mim, no ano passado", disse Senna à época. Ah, bons tempos em que ficava acordado de madrugada para ver o Senna correr...



*****

O disco só saiu em março de 1961, mas foi no dia 21 de outubro de 1960 que John Coltrane entrou no Atlantic Studios de Nova York para começar a gravar "My favourite things". E com ele também entraram McCoy Tyner (piano), Elvin Jones (bateria) e Steve Davis (baixo). Certamente "My favourite things" está no meu top 5 de discos de jazz. Além da faixa-título de Richard Rodgers, o repertório tinha "Everytime we say goodbye" (Cole Porter), "Summertime" e "But not for me" (George Gershwin). As gravações aconteceram nos dias 21, 24 e 26 de outubro. Cinco anos após a gravação de Coltrane, "My favourite things" estourou de vez com o filme "The sound of music" ("A noviça rebelde"), de Robert Wise.



*****

E quem completa 70 primaveras hoje é o sul-africano Manfred Mann, tecladista fundador das bandas Manfred Mann e Manfred Mann's Earth Band. Tenho a impressão que pouca gente conhece a obra de Manfred Mann, mas ele foi responsável por um número grande de hits na segunda metade dos anos 60, como "Do wah diddy diddy", "Sha la la", "Pretty flamingo" e, claro, "Mighty quinn". Atualmente, ele continua por aí gravando. Às vezes, lança uma coisinha ou outra, mas bem longe do sucesso de 50 anos atrás.



*****

Quem também nasceu no dia 21 de outubro foi o trompetista Dizzy Gillespie. Nascido em 1917, Gillespie foi talvez o principal responsável pelo movimento bebop no jazz moderno. Antes que me peçam pelo twitter alguma indicação de disco dele, eu já me adianto aqui. Caso queira conhecer um pouco mais desse importante artista, nem perca tempo: "An Electrifying Evening with the Dizzy Gillespie Quintet", gravado em 1961, no Museu de Arte Moderna de Nova York. No repertório, pérolas autorais como "Salt peanuts" e "A night in Tunisia", além de uma versão animalesca de "The mooche", de Duke Ellington e Irving Mills.



*****

Gostaram da Gang 90? Bom começar o dia lembrando Júlio Barroso, não? Mas o real motivo da música abaixo é que hoje a gente celebra 41 anos sem Jack Kerouac, ator da bíblia da geração beat, "On the road". E esse 21 de outubro de 2010 também marca os 85 anos do nascimento da rainha da salsa e do mambo Celia Cruz. Guantanameeeeera...



*****