11 de set de 2010

Moby, Peter Tosh, Blur, Beckenbauer, Brian de Palma, Johnny Cash, Geraldo Vandré, Steve Miller Band, Morrissey, R.E.M., David Bowie

Será lançado no dia 28 de setembro a edição especial de "Station to station", álbum originalmente lançado por David Bowie em 1976. Eleito pela Rolling Stone, em 2003, o 323º melhor disco de todos os tempos, "Station to station" volta em edição que abarca o álbum original remasterizado e mais dois CDs com a íntegra de um show inédito realizado no Nassau Coliseum, em março de 76. Haverá também uma edição super-hiper-mega especial (foto acima) com os três CDs da edição normal, acrescido de mais dois CDs com raridades, um DVD com o show, três LPs, livreto de 24 páginas, textos de Cameron Crowe, poster, réplica do passe de backstage, réplica de um ingresso do show da turnê, e mais alguns mimos. As músicas do show inédito são as seguintes: "Station to station", "Suffragette city", "Fame", "Word on a wing", "Stay", "Waiting for the man", "Queen bitch", "Life on Mars?", "Five years", "Panic in Detroit", "Changes", "TVC15", "Diamond dogs", "Rebel rebel" e "The Jean Genie". Ah, detalhe, Bowie disse que se a edição especial de "Station to station" vender bem, ele ressuscita o Tin Machine. Mas, pensando bem... A gente quer mesmo que o Tin Machine volte??

*****

Um videozinho diretamente do estúdio onde o R.E.M. está finalizando o seu novo álbum, em Nashville:



*****

UMA MÚSICA PRO FINAL DE SEMANA: Como estou com saudades de ouvir Morrissey, acho que "There's a light that never goes out", vai cair bem nesse fim de semana...



*****

O álbum "Fly like an eagle", certamente o maior clássico da Steve Miller Band, será relançado, cheio de extras, no dia 04 de outubro. Lançado originalmente em 1976, o álbum terá três faixas demo ("Fly like an eagle '73", "Take the joker and run" e "Rock'n me '76 slow") em sua nova edição, além de um DVD com um show de duas horas de duração, filmado em 2005, e com a participação especal de Joe Satriani e George Thorogood. As faixas do DVD são as seguintes: "Swingtown", "True fine love", "Abracadabra", "Dance, dance, dance", "Wild mountain honey", "Nature boy", "Mercury blues", "The stake", "Shu ba da du ma ma ma ma", "I love the life I live, I live the life I love", "Got love if you want it", "Gangster of love", "All your love (I miss loving)", "I'm tore down", "Slow blues", "Crossroads", "Fly like an eagle", "Take the money and run", "Rock'n me", "Jungle love", "The joker" e "Serenade".

*****

E amanhã também é dia de lembrar Johnny Cash, que morreu em 12 de setembro de 2003 (parece que foi ontem...). Para conhecer melhor a vida doidalhaça que Johnny Cash levou, recomendo o filme "Johnny & June", dirigido por James Mangold, e com uma interpretação monstruosa de Joaquin Phoenix. Para ouvir, nossa... São tantos álbuns que eu recomendaria... Recentemente, comprei as caixas "At Folsom Prison" (1968) e "At San Quentin" (1969), versões expandidas (com CD bônus e DVD com making of) dos álbuns que traziam dois shows de Johnny Cash em penitenciárias. Altamente recomendável, mas só tem em importadora.



*****

Agora eu vou me adiantar para o dia 12 de setembro. Isso porque, amanhã, Geraldo Vandré comemora 75 anos. Vandré foi um dos artistas que melhor usou a sua arte contra a ditadura militar. Ele compôs clássicos que deixavam os militares arrepiados (de raiva, claro), como "Porta estandarte", "Aroeira", "Pra não dizer que não falei das flores" e "Disparada". Atualmente, longe dos holofotes, ele vive na cidade de Imbituba, no litoral de Santa Catarina.



*****

Partindo para o cinema, quero lembrar aqui que, hoje, o diretor Brian de Palma completa 70 anos de idade. Sucessor de Alfred Hitchcock ou não, Brian de Palma dirigiu grandes filmes de suspense. Alguns dos meus prediletos: "Carrie, a estranha", "Vestida para matar", "Os intocáveis", "A fogueira das maldades", "Missão impossível"... Ah, claro, e o melhor de todos: "Scarface"!



*****

Ah, e hoje também tem cracaço do futebol fazendo aniversário?? Tem sim. E o nome dele é Franz Beckenbauer (65 anos), o maior jogador alemão ever. O atual dirigente do Bayern de Munique participou de três Copas do Mundo como jogador, e duas como treinador. Como jogador, foi campeão em 1974, batendo a Holanda na final. Muita gente fala que foi uma injustiça a Holanda (ou "Laranja Mecânica") ter perdido aquela Copa. Eu não concordo. Acho que qualquer uma das duas equipes merecia o título. Eram dois timaços. Em 1966, Beckenbauer foi vice-campeão (perdeu a final roubada para a Inglaterra). Em 70, a Alemanha foi eliminada pela Itália na semifinal, jogo considerado o mais emocionante da história das Copas. O placar foi quatro a três, e Beckenbauer, monstro, jogou com o ombro deslocado (e imobilizado) por quase 60 minutos - o técnico alemão já havia feito o número de substituições permitidas. Na Copa de 1986, como treinador, foi vice-campeão (perdeu a Copa para Marad..., ops, Argentina), mas quatro anos depois, o troco em cima da mesma Argentina: Alemanha campeã mundial. Assim, como Zagallo, Beckenbauer foi campeão do mundo como jogador e como treinador. Coisa de gênio.



*****

Em 1995, a disputa entre Oasis e Blur na Grã-Bretanha estava em seu ápice. E o dia 11 de setembro de 95 marcou mais um round nessa brigalhada toda. Foi nessa data que o Blur colocou nas lojas o álbum "The great escape", com, pelo menos, dois clássicos do britpop: "Country house" e "The universal". Acho que esse disco não é um dos trabalhos mais importantes do Blur. Mas como faz falta um álbum de inéditas dessa banda, né? A relação completa de faixas de "The great escape" é a seguinte: "Stereotypes", "Country house", "Best days", "Charmless man", "Fade away", "Top man", "The universal", "Mr. Robinson's quango", "He thought of cars", "It could be you", "Ernold Same", "Globe alone", "Dan Abnormal", "Entertain me" e "Yuko and Hiro".



*****

O dia 11 de setembro também tem uma marca triste para os fãs de reggae. Foi nesse dia, no ano de 1987, que Peter Tosh foi dessa pra melhor, vítima de assassinato. E vou te dizer uma coisa: sábado de sol combina muito bem com Peter Tosh. Quer algumas dicas de músicas boas para ouvir hoje? Olha aqui: "Mystic man", "Mama Africa", "Johnny B. Goode" (a de Chuck Berry mesmo; a versão de Tosh é fantástica), "Stand firm", "Get up, stand up"... Ah, e claro, "Legalize it"!!



*****

Boa tarde, povo! Como vamos de fim de semana, hein? A boa notícia é que, mesmo na praia ou no escritório, a partir de agora, você pode ver o que está acontecendo aqui no blog nesse sabadão - ah, quanta pretensão... Então hoje vamos começar pelo cantor e DJ Richard Melville Hall. Conhece? Também só conheço pelo apelido: Moby. Pois é, Moby, responsável por sucessos como "Go", "Porcelain" e "South Side", completa 45 anos hoje. Parabéns pra ele!