14 de set de 2010

Marcos Valle, Morten Harket, Amy, Lulu, Robert Wise, Joana Fomm, R.E.M., Buffalo Springfield, Jimi Hendrix, Morrissey, Smashing Pumpkins, The Jam

"Sound affects", obra-prima lançada pelo The Jam em 1980 ganhará uma versão expandida em comemoração aos seus 30 anos. Além de clássicos do mod como "That's entertainment" e "Pretty green", o álbum trará oito faixas absolutamente inéditas, entre demos e takes alternativos, incluindo um cover de "Waterloo sunset", do Kinks. O lançamento está previsto para o dia 01º de novembro, via Universal. A relação original de faixas de "Sound affects" é a seguinte: "Pretty green", "Monday", "But I'm different now", "Set the house ablaze", "Start!", "That's entertainment", "Dream time", "Man in the corner shop", "Music for the last couple", "Boy about town" e "Scrape away".

*****


A grande notícia do dia é que parece mesmo que o Smashing Pumpkins (ou Billy Corgan) está voltando a acertar bonito. Hoje foi lançada a nova música da banda (a sexta do projeto de 44 canções, "Teargarden by kaleidoscope"), "Spangled". Baladinha bonita, viu?



*****

O single "Everyday is like sunday", lançado por Morrissey em 1988, ganhará nova edição (capa acima) no próximo dia 26 de setembro. Os fãs poderão comprar três versões diferentes do single, uma em CD e duas em vinil de sete polegadas, todas com faixas diferentes, claro. A versão em CD terá as faixas "Everyday is like sunday", "November the second", além do vídeo original e uma versão gravada ao vivo no Top Of The Pops, em junho de 1988, de "Everyday is like sunday". A primeira versão em vinil terá "Everyday is like sunday" e a inédita "Trash", gravada ao vivo no Pacific Amphitheatre, em Costa Mesa, Califórnia, no ano de 1991. A segunda opção em vinil trará duas versões de "Everyday is like sunday", a original e uma outra ao vivo (inédita) no Hollywood Bowl, Califórnia, em junho de 2007. E caso você tenha ficado com vontade de ouvir...



*****

"West Coast Seattle boy - The Jimi Hendrix anthology" (capa acima), caixa com quatro CDs e um DVD, sairá no dia 15 de novembro. A coleção de Jimi Hendrix contará com 45 gravações inéditas em áudio, além de um filme com 90 minutos, intitulado "Jimi Hendrix: Voodoo Child". Haverá gravações em estúdio e ao vivo, incluindo demos, takes alternativos de faixas de seus três primeiros álbuns ("Are you experienced", "Axis: Bold as love" e "Electric ladyland"), além de singles gravados com os Isley Brothers, Little Richard e Don Covay. "West Coast Seattle boy - The Jimi Hendrix anthology" contará com uma versão inédita de "Tears of rage", de Bob Dylan, bem como performances ao vivo com a Band Of Gypsys, no Fillmore East, na noite de Ano Novo, em 1969. Outras faixas inéditas são "Hear my freedom", "Hound dog blues" e "Lonely avenue".

A relação de faixas do box é a seguinte:
Disc 1 (covers):

The Isley Brothers - "Testify"
Don Covay & The Goodtimers - "Mercy, Mercy"
Don Covay & The Goodtimers - "Can't Stay Away"
Rosa Lee Brooks - "My Diary"
Rosa Lee Brooks - "Utee"
Little Richard - "I Don't Know What You Got But It's Got Me"
Little Richard - "Dancing All Around The World"
Frank Howard & The Commanders - "I'm So Glad"
The Isley Brothers - "Move Over And Let Me Dance"
The Isley Brothers - "Have You Ever Been Disappointed"
Ray Sharpe - "Help Me (Get The Feeling) (Part I)"
The Icemen - "(My Girl) She's A Fox"
Jimmy Norman - "That Little Old Groovemaker"
Billy Lamont - "Sweet Thang"
King Curtis - "Instant Groove"

Disc Two:
"Fire"
"Are You Experienced"
"May This Be Love"
"Can You See Me"
"Love Or Confusion"
"Little One"
"Mr. Bad Luck"
"Cat Talking To Me"
"Castles Made Of Sand"
"Tears Of Rage"
"Hear My Train A Comin'"
"1983 (A Merman I Shall Turn To Be)"
"Long Hot Summer Night"
"My Friend"
"Angel"
"Calling All The Devil's Children"
"New Rising Sun"

Disc Three:
"Hear My Freedom"
"Room Full Of Mirrors"
"Shame, Shame, Shame"
"Messenger"
"Hound Dog Blues"
"Untitled Basic Track"
"Star Spangled Banner"
"Purple Haze"
"Young/Hendrix"
"Mastermind"
"Message To Love"
"Fire"
"Foxey Lady"

Disc Four:
"Stone Free"
"Burning Desire"
"Lonely Avenue"
"Everlasting First"
"Freedom"
"Peter Gunn/Catastrophe"
"In From The Storm"
"All God's Children"
"Red House"
"Play That Riff [Thank You]"
"Bolero"
"Hey Baby (New Rising Sun)"
"Suddenly November Morning"

*****

BUFFALO SPRINGFIELD AGAIN: Os três sobreviventes do Buffalo Springfield vão se reunir novamente para um show no festival beneficente promovido por Neil Young, Bridge School Benefit, em Mountain View. A última vez que Neil Young, Stephen Stills e Richie Furay tocaram juntos foi há 42 anos, em um show em Long Beach. Segundo a Rolling Stone, o convite da reunião surgiu do próprio Neil Young. Após enviar uma mensagem de texto para Furay, a reunião ficou decidida em "poucos minutos". O baixista da banda de Young, Rick Rosas, substituirá Bruce Palmer, enquanto que o baterista que acompanha Crosby, Stills and Nash, Joe Vitale, tocará no lugar de Dewey Martin. O show terá a duração de 35/40 minutos.

*****

Será lançado no dia 26 de outubro o novo DVD do R.E.M., "Live from Austin, TX". Gravado no dia 13 de março de 2008, durante a participação da banda no programa de televisão norte-americano, o DVD traz a apresentação completa, com pouco mais de 60 minutos de duração, e 17 músicas, sendo que três ("Fall on me", "So. Central rain" e "Imitation of life" não foram ao ar). O som foi remasterizado em LPCM stereo e DTS-HD 5.1 surround. As faixas do DVD são as seguintes: "Living well is the best revenge", "Man-sized wreath", "Drive", "So. Central rain", "Accelerate", "Fall on me", "Hollow man", "Electrolite", "Houston", "Supernatural superserious", "Bad day", "Losing my religion", "I'm gonna DJ", "Horse to water", "Imitation of life", "Until the day is done" e "Man on the moon". Aqui é possível assistir a essa última música do programa.

*****

Agora vamos partir para a televisão, porque hoje quem faz 70 anos é Joana Fomm, uma das grandes atrizes do país. Já tem um tempinho que não vejo um papel bacana (leia-se: a altura dela) de Joana Fomm, mas posso relembrar alguns que marcaram época: Yolanda Pratini ("Dancin' days"), Thelma Rezende ("Roda de fogo"), Carmen Maura ("Vamp") e Salustiana ("Fera ferida"). Estou me esquecendo de algum outro?? Claro! Como não falar aqui da Pérpetua, a grande vilã da novela "Tieta"?? E, afinal, o que é que tinha naquela maldita caixa branca, hein?



*****

Hoje também é dia de relembrar um dos maiores nomes do cinema. No dia 14 de setembro de 2005, morria Robert Wise, cineasta com mais de 30 filmes no currículo. Eu vou citar somente dois, para que vocês sintam a importância do cara: "The sound of music" ("A noviça rebelde") e "West Side story" ("Amor sublime amor"). Apenas dois dos três maiores musicais de todos os tempos... (O terceiro é, claro, "O mágico de Oz"). Antes mesmo de eu saber quem era Robert Wise, ele já era um dos meus ídolos de infância!



*****

Dentro de alguns dias, Lulu Santos vai lançar o seu "Acústico MTV 2", em CD e DVD. E o blog do Paulo Marchetti me lembra que, hoje, faz 10 anos que o primeiro volume chegou às lojas. O CD foi um dos maiores sucessos da carreira de Lulu Santos. Aliás, ele soube fazer o negócio direitinho. Em primeiro lugar, optou pelo CD duplo, de forma que nenhuma música ficasse de fora. Ele também regravou os seus maiores sucessos em versões muito bacanas. Como se não bastasse, apresentou várias inéditas. E, ao invés de imitar os seus colegas, e encher o seu Acústico de convidados, orquestra de cordas e afins, Lulu optou por chamar apenas um convidado (Gabriel o Pensador) e apresentar as suas músicas de forma simples, apenas com a sua banda. Tomara que o segundo volume repita o mesmo sucesso. Pelo menos o show eu posso garantir que é ótimo.



*****

Estranhamente, Amy Winehouse anda meio sumido da mídia, mas eu não ia me esquecer dela justamente hoje, dia em que faz 27 anos. Bom, não tenho muito o que ficar falando de Amy Winehouse, né? Eu só fico curioso em saber como não deve ser uma comemoração de aniversário dessa doida... A última notícia que soube diz respeito à sua participação em um álbum-tributo a Quincy Jones. Agora, um disco de inéditas? Desconfio que nem Amy Winehouse saiba. Nem Mark Ronson. E, pra ser franco, nem Deus.



*****

Da bossa-nova para o pop, hoje também é dia de Morten Harket, vocalista do A-HA, soprar 51 velinhas. Olha, eu sei que um dos esportes prediletos dos críticos de música desse país é falar mal da banda norueguesa. Não vou dizer aqui que sou superfã do A-HA, mas acho que o grupo merece respeito pela obra e pelo sucesso alcançado nos anos 80. E, goste-se ou não, coisas como "Take on me", "Stay on these roads" e "The sun always shines on TV" são algumas das canções pop mais bacanas dos anos 80 (minha opinião...). Em seus últimos álbuns, o A-HA passou longe de seus melhores momentos. A banda pode ter perdido a mão, é verdade. Mas isso não impede que a gente reconheça que o A-HA já fez coisas legais. E os seus shows, pelo menos até o Rock in Rio de 1991, eram muito divertidos.



*****

Bom dia, pessoal! Olha, hoje já quero iniciar o dia sem "mas, mas" e começar dando os parabéns para o grande compositor Marcos Valle, que completa 67 anos. Além de um dos maiores músicos do país (e do mundo), Marcos Valle é um dos caras mais bacanas que conheço no meio artístico. Gente boa, conversa com todo mundo, está longe de ser "estrela" (que realmente é). Juntamente com o seu irmão Paulo Sérgio Valle, Marcos compôs algumas das canções mais conhecidas da MPB. A gravadora Dubas relançou, na semana passada, o segundo álbum americano de Marcos Valle, "Samba '68". Altamente recomendável, diga-se. A faixa abaixo, "Estrelar", é de 1982, de sua fase mais pop, durante a qual abusou um pouco do uso de sintetizadores. Eu não conhecia o videoclipe, até o dia que Donatinho me mostrou. E é divertidíssimo! Vale a pena.