28 de jun de 2010

Raul Seixas, Otto, Barthez, Wonder & Jackson, Muse & U2, Lady Gaga, Kanye West, Gorillaz + Lou Reed

MAIS GLASTONBURY: Finalmente achei um vídeo decente (muito decente, aliás) do encontro do Lou Reed com o Gorillaz, no festival de Glastonbury, na sexta passada. A canção é "Some kind of nature", a mesma que eles mandam juntos no CD.



*****

A quem interessar possa, Kanye West anunciou que o seu novo álbum, "Good ass job", chegará às lojas no dia 14 de setembro. Esse será o quinto álbum de sua carreira, e o primeiro desde "808s & hearthaches", que saiu em 2008. O primeiro single do álbum, "Power" já vazou na internet no mês passado. A música sugere que West está "retornando" ao rap, e deixando de lado o pop de seu último disco, o que, aliás, desagradou os fãs mais puristas.

*****

Já ouviram a música inédita que a Lady Gaga apresentou no "White Tie and Tiara Ball" organizado por Elton John, na semana passada? O nome da canção é "You and I" e está logo abaixo.



*****

FATURANDO: Adivinha por quanto foi vendida a luvinha acima, usada por Michael Jackson, em um leilão em Las Vegas nesse último fim de semana? Pela bagatela de 190 mil dólares, ou seja, 338 mil reais. Os organizadores disseram que a expectativa foi tão grande, que os valores dos itens leiloados foram dez vezes maiores do que o esperado. No total, o leilão rendeu cerca de um milhão de dólares, ou 1,7 mi de reais. Tá bom?

*****

AINDA GLASTONBURY: Já que o U2 teve que cancelar a sua apresentação em Glastonbury por causa do acidente com Bono, o guitarrista The Edge não perdeu a oportunidade de sentir o clima do festival. Resultado: subiu ao palco durante o show do Muse em uma versão de "Where the streets have no name".



*****

Arrepiante a homenagem de Stevie Wonder a Michael Jackson ontem em Glastonbury...



*****

Muitos filmes clássicos foram produzidos na década de 80. Aliás, para quem cresceu nos anos 80, qualquer porcaria podia ser chamada de clássico. Mas esse não é o caso de "O primeiro dia do resto de nossas vidas", filme que estreou no dia 28 de junho de 1985. O filme conta a história de um grupo de universitários recém-formados, que não querem perder o contato depois de formados. Mas a vida acaba sendo bem mais dura do que eles imaginam. Dirigido por Joel Schumacher, o elenco do filme conta com Rob Lowe, Emilio Estevez e Demmi Moore. Clássico de verdade.



*****

Olha, agora vou falar um pouco de futebol. Tem uns goleiros por aí que são muito bons. A lista é imensa: Taffarel, Schumacher, Preud'Homme, Júlio César, Casillas, Maier, Banks... Mas existem outros que nem agarram tanto, mas têm carisma. E, por isso, acabam fazendo tanto (ou mais sucesso) do que esses que eu citei acima. E, nessa lista, o primeiro nome que me vem à cabeça é o de Fabien Barthez, o goleiro francês campeão do mundo em 1998, e vice em 2006. Bom, eu me lembro que ele fazia umas presepadas, mas no fim sempre se safava. E acho que ainda dava sorte para a seleção francesa, algo que, aliás, faltou muito agora em 2010. Barthez nasceu no dia 28 de junho de 1971. Talvez já esteja um pouco velho para jogar uma Copa. Mas, do jeito que tem carisma, não duvido nada que, um dia, ele apareça no banco de reservas, como técnico da França.



*****

Ah, mas não é só o Raul de gente boa que está fazendo aniversário hoje não. Sabe quem também sopra velinhas hoje? Hein? Otto faz 42 anos. Ele começou a sua carreira na Nação Zumbi e no Mundo Livre S/A, e foi um dos expoentes daquilo que veio a ser chamado de mangue beat, no início dos anos 90. No Mundo Livre S/A, gravou os álbuns "Samba esquema noise" (1994) e "Guentando a ôia" (1996). A partir de 1998, passou a gravar discos solo. Começou com "Samba pra burro", mas o seu grande álbum veio no ano passado. "Certa manhã acordei de sonhos intranquilos" traz um Otto triste, mas maduro.



*****

Bom, então, vamos começar logo, porque com esse jogo do Brasil, o dia será curto. Sabe o que tem de legal nesse 28 de junho? Bom, pra começar, vamos celebrar os 65 anos do nascimento de Raul Seixas. Bom, Raul foi um dos meus primeiros contatos com a música, por conta do "Plunct, Plact, Zuuum", aquele especial infantil no qual interpretava o tal "Carimbador maluco". Mas eu comecei a ouvir mesmo Raul, por volta de 1991. Tinha uma fita K7 aqui com "sucessos da Jovem Guarda". E não sei por qual motivo, tinha a música "Al Capone" no meio. Comprei a coletânea do Raul, em vinil, daquela velha coleção "Personalidade". Aí, foi só correr para o abraço, com "Eu nasci há dez mil anos atrás", "Mosca na sopa", "Metamorfose ambulante", "Sociedade alternativa", "Tente outra vez", "Gita"... Mas a música do Raul que mais me marcou, eu conheci alguns anos depois. Foi na época da faculdade de Direito. E vocês não podem imaginar quantas vezes essa música foi tocada nas rodinhas de violão dos churrascos, dos Jogos Jurídicos, das festas... É essa aqui ó...



*****

Opa! Boa tarde, pessoal. Como está essa força, hein? Esse solzão, hein? Nem parece segunda. Daqui a pouco tem jogo do Brasil. E eu acho que a Copa do Mundo engrenou mesmo. Muito bacana o Inglaterra x Alemanha de ontem. A história de 1966 (quase) se repetiu. Nem quero imaginar o que vai acontecer em Argentina x Alemanha agora nas quartas. Tem tudo para ser o jogo dessa Copa.