26 de jun de 2010

Gil, Mick Jones, Sonic Youth, O'Donnell, Maldini, Dias de Trovão, Entwistle, Lauryn Hill, Springsteen, Ozzy, Radiohead

Essa é muito boa... Música + quadrinhos!

*****

Agora eu achei um vídeo rapidinho da apresentação surpresa de Thom Yorke em Glastonbury. Dá pra ter uma ideia do que foi...



*****

UMA MÚSICA PRO FIM DE SEMANA: "Badlands", do Bruce Springsteen.



*****

LIVRO DA SEMANA: Essa semana não teve livro. Esse aqui que vos escreve esteve muito ocupado com esse blog e com a Copa do Mundo. Só deu tempo mesmo de ler os cadernos de esporte dos jornais...

*****

Lauryn Hill confirmou hoje que fará quatro shows no Brasil em setembro. Ela vai se apresentar em Florianópolis (dia 03/09, Stage Music Park), Rio de Janeiro (dia 06, Cibank Hall), São Paulo (dia 07, Credicard Hall) e Brasília (dia 12, Prainha da ASBAC). A pré-venda para clientes Credicard começa no dia 12/07, e a venda normal, no dia 19. Lauryn Hill já esteve no Brasil em 2007.

*****

E para fechar as efemérides desse fim de semana, lembro que amanhã faz oito anos que John Entwistle, super-baixista do The Who passou dessa pra melhor. Acho que já escrevi isso aqui, mas vou repetir... O The Who é uma das minhas bandas de rock prediletas, mas, tipo, não é A predileta. Mas uma coisa eu tenho que reconhecer: nunca existiu, na história do rock, uma cozinha tão poderosa quanto a do The Who. O maior baixista (John Entwistle) e o maior baterista (Keith Moon) de rock faziam parte da banda. Não precisa dizer mais nada, né? Ah, precisa sim, que o The Who ainda tem o guitarrista Pete Townshend e o vocalista Roger Daltrey...



*****

Voltando ao cinema, amanhã, dia 27 de junho de 2010, fará 20 anos que um filme que marcou a minha infância estreou. Dirigido por Tony Scott, e estrelado por Tom Cruise, Nicole Kidman e Robert Duvall, "Dias de trovão" conta a história de um montador de carros que decide apostar em um piloto jovem no campeonato de stock car. Mas acontece que aí, existe um adversário que faz uso de manobras, uhm..., não muito corretas. E o início desse filme, para mim, é genial. Não me esqueço do dia em que vi pela primeira vez no cinema. Por sorte, achei esse início no YouTube, com legenda. Divirta-se!



*****

E por falar em fiasco na Copa, eu não sei qual foi o maior, se o da Itália ou o da França. Enfim, no meio dessa crise da seleção francesa, amanhã, ela certamente nem vai se lembrar dos 26 anos da conquista da Eurocopa. A edição de 1984 aconteceu na própria França, e a seleção anfitriã ganhou a final contra a Espanha por dois a zero, gols de Platini (um frango histórico do glorioso Arconada) e Bellone. A seleção francesa em 1984 contava com gente como Bats, Battiston, Bossis, Tigana, Fernández, Platini, Giresse, Amoros, entre outros. Que falta que eles fazem, não? Pelo menos para os franceses...



*****

Do cinema para o futebol. Olha, se tem alguém que a seleção italiana deve ter sentido falta, depois do papelão nessa Copa, esse alguém é Paolo Maldini, que jogou quatro Copas do Mundo (1990, 94, 98 e 2002). Infelizmente, não levantou ganhou nenhuma Copa (azar da Copa, aliás), mas colecionou títulos no único clube que defendeu, o Milan (apesar de torcer pela Juventus na infância). No Milan, foi sete vezes campeão italiano, faturou cinco vezes a Supercopa Italiana, a Supercopa Europeia e a Liga dos Campeões da UEFA - cinco vezes cada um! Ganhou ainda o Mundial Interclubes em 1989 e 1990, além da Copa da Itália (2003) e o Mundial de Clubes da FIFA, em 2007. Campeão mesmo. E Maldini completa 42 anos hoje.



*****

E agora vou falar um pouco sobre cinema. E sabe quem faz 40 anos hoje? O ator Chris O'Donnell. Olha, acho que o primeiro filme que assisti com ele (e nem sabia de sua existência) foi o genial "Tomates verdes fritos". Depois, ele ainda foi indicado ao Globo de Ouro pelo genial "Perfume de mulher", em 1992. No ano seguinte, foi a vez do Framboesa de Ouro homenageá-lo por conta do filme "Os três mosqueteiros". Depois desses filmes, me lembro de Chris O'Donnell em alguns filmes do Batman e numa porcaria chamada "Limite vertical".



*****

Vou te dizer que parece que foi ontem que comprei esse vinil aí acima. Mas, veja só, hoje faz 20 anos que "Goo", para mim, o grande álbul do Sonic Youth, foi lançado. Esse foi o primeiro trabalho lançado pela banda através do selo Geffen, ou seja, houve (para o bem ou para o mal) uma guinada do Sonic Youth em direção a um som um pouco mais comercial. Mas a banda não deixou de lado a sua marca, como fica comprovado em faixas como "Dirty boots", "Mary-Christ", "Kool thing", "My friend Goo" e "Disappearer". Estou escutando agora. Essencial!

*****

Fãs do The Clash atenção! Eu disse que ontem mesmo estava vendo o BD novo do Bruce Springsteen, "London calling". E não é que a primeira música é exatamente uma versão raivosa de "London calling"? Pois bem, hoje, Mick Jones completa 55 anos de idade. Depois de fazer história no Clash, Jones formou a banda Big Audio Dynamite, ao lado de Don Letts. Atualmente, Jones está no Carbon Silicon.



*****

Mas vamos que vamos, porque tenho muita coisa bacana pra falar sobre esse fim de semana. Pra começar, gostaria de lembrar que hoje, dia 26 de junho, é o aniversário do Gilberto Gil (68 anos). Poxa, acho que poderia escrever um livro sobre toda a minha experiência com a música de Gil... Discos prediletos? Uns dez, pelo menos... Do primeirão até o último "Fé na festa", no qual Gil mostra que está em plena forma. Eu tenho uma historinha legal com o Gilberto Gil... Naquela turnê que ele estava fazendo com o Milton Nascimento, fui visitar o Bituca no camarim depois do show. Só que o camarim estava vazio, e Gil veio me receber (?!?). Olha, poucas vezes fui tão bem tratado quanto naquele dia. Uma simpatia, uma delicadeza... Depois de autografar o meu CD com um pilot, ele ficou soprando a capa e disse: "isso é para secar logo e você não sujar a mão".



*****

Bom dia, ops, boa tarde, pessoal! Olha, confesso que ontem não foi fácil. Eu comecei a beber uma cervejinha, duas, três, quatro... Estava na ótima companhia do novo BD do Bruce Springsteen, "London calling", e, quando fui ver, já estava quase de manhã. Resultado: dormi que nem um anjo bêbado, e nem vi o jogo do Uruguai hoje. E nem vou poder ver o dos Estados Unidos. Paciência...