30 de jun de 2010

Bellotto, Queen, Chacrinha, Apollo 13, Tyson, Phelps, Portishead, Led, Springsteen, Rush, Johnny Marr, CSS, Klaxons, Selway, Björk, Brian Wilson

BEACH BOYS + GERSHWIN: No ano passado, Brian Wilson mencionou a possibilidade de trabalhar em cima de canções que o compositor George Gershwin deixou inacabadas. Pois bem, o álbum já está pronto. "Reimagines Gershwin" chegará às lojas no dia 17 de agosto. Além das músicas inacabadas ( "The like in I love you" e "Nothing but love"), o álbum traz clássicos do cancioneiro de Gershwin, como "Summertime" e "They can't take that away from me". Uma versão a capella de "Rhapsody in blue" fecha o álbum. As faixas de "Reimagines Gershwin" são as seguintes: "Rhapsody in blue", "The like in I love you" (abaixo), "Summertime", "I loves you Porgy", "I got plenty of nothin'", "It ain't necessarily so", "'S wonderful", "They can't take that away from me", "Our love is here to stay", "I've got a crush on you", "I've got rhythm", "Someone to watch over me", "Nothing but love" e "Rhapsody in blue (reprise)".



*****

O projeto "Mount Wittenberg Orca", que junta Björk e o Dirty Projectors, teve a sua primeira música divulgada hoje também. A faixa "All we are" pode ser ouvida logo abaixo. E, bem, eu achei bem estranha. No estilo Björk mesmo...



*****
Quem também lançou oficialmente a sua nova música hoje foi Phil Selway, baterista do Radiohead. "By some miracle" é a primeira faixa de "Familial", primeiro álbum solo de Selway, que chega às lojas no dia 30 de agosto. A sonoridade pode ser bem diferente da do Raiohead, mas é interessante do mesmo jeito.



*****

E que tal a música nova do Klaxons, "Echoes", primeiro single de "Surfing the void", que será lançado no dia 23 de agosto, hein? Eu gostei mais do que "Flashover". O Klaxons está mudado mesmo...



*****

O Cansei de Ser Sexy está prestes a lançar novo álbum. Pelo menos foi o que disse Adriano Cintra ao CSS Fan News. Segundo o músico, o disco terá 11 faixas, e ficará pronto em setembro. A banda está trabalhando nesse novo disco desde o final do ano passado. Será que o hype continuará? Ou já deu?

*****

O guitarrista Johnny Marr confirmou que participará da trilha sonora do novo filme de Christopher Nolan (o mesmo diretor de "Batman begins"), "Inception". O integrante do Cribs (e ex-The Smiths) tocará guitarra em faixas compostas por Hans Zimmer, responsável por trilhas de filmes como "Gladiador" e "O código Da Vinci". "Inception", que terá o ator Leonardo DiCaprio em seu elenco, estreará, lá fora, no dia 16 de julho. A trilha sonora será lançada em CD, três dias antes.

*****

O Rush iniciou a sua turnê "Time Machine" ontem em Albuquerque, nos Estados Unidos. A ideia é apresentar, na íntegra, o álbum de maior sucesso comercial do trio canadense, "Moving pictures" (1981). Mas, além de todas as faixas do álbum (como "Tom Sawyer" e "Limelight"), a banda mostrou clássicos como "The spirit of radio" (a primeira da apresentação), "Free Will", "Closer to the heart" e "Working man" (a última). Canções novas, e que farão parte do próximo disco do Rush ("BU2B", "Caravan") também fizeram parte do roteiro: "The spirit of radio", "Time stand still", "Presto", "Stick it out", "Workin' them angels", "Leave that thing alone", "Faithless", "BU2B", Free Will", "Marathon", "Subdivisions", "Tom Sawyer", "Red barchetta", "YYZ", "Limelight", "Camera eye", "Witch hunt", "Vital signs", "Caravan", "Love 4 sale", "Closer to the heart", "2112 Overture", "Temples", "Far cry", "La Villa Strangiato" e "Working man". Abaixo, o vídeo com a abertura do segundo set, e "Tom Sawyer".



*****

Finalmente alguém com bom senso... Os organizadores do festival T in the Park, que acontece na Escócia, proibiram que as pessoas entrem com vuvuzelas. Se aquele barulho de enxame de abelhas assassinas já incomoda no jogo de futebol pela televisão, imagina em um show de música? O festival acontecerá entre os dias 09 e 11 de julho. Muse e Eminem são algumas das atrações.

*****

Como ainda não lançou nada inédito nesse ano, Bruce Springsteen promete um presente de Natal para os seu fãs. Trata-se da edição comemorativa dos 30 anos (na verdade, 32 agora) do clássico "Darkness on the edge of town". Prometida para o ano passado, a edição atrasou porque Springsteen estava procurando coisas inéditas gravadas no período, segundo o guitarrista da E Street Band, Steven Van Zandt. "Encontramos mais dez outtakes além dos que estão no box 'Tracks'", disse o guitarrista a Rolling Stone. Ele ainda afirmou que Springsteen e a banda vão fazer alguns overdubs em estúdio. Fico na torcida para que o tal box ainda venha com o registro de algum show da época de lançamento do álbum, assim como aconteceu na fantástica caixa comemorativa do "Born to run", em 2005.

*****

Quem já leu algumas poucas linhas sobre a história do Led Zeppelin sabe muito bem que Jimmy Page gostava de, hum..., como dizer?, copiar algumas coisinhas de seus colegas. Mas essas mesmas coisinhas que Page copiou (e não fizeram sucesso com os artistas, digamos, originais), acabaram estourando com o Led Zeppelin, o que nos leva à conclusão de que até para plagiar tem que ter talento. A última novidade é que o cantor folk Jake Holmes está processando Page por suposto plágio na música "Dazed & confused". Holmes gravou a música, com o mesmo nome, em 1967, enquanto o Led a registrou dois anos depois. Em 67, Holmes abriu uma apresentação do Yardbirds (banda de Page à época). Em 68, os Yardbirds começaram a tocar "I'm confused" nos shows, muito parecida com a música de Holmes. Só não se sabe o motivo pelo qual Holmes demorou 43 anos para processar Page. Mesmo que tenha ganho de causa, de acordo com a legislação norte-americana, ele só receberá royalties pelos com relação a "Dazed & confused" pelos últimos três anos. Ah, minha opinião: a causa está ganha! Veja abaixo.



*****

Se o Portishead demorou 11 anos para gravar o seu terceiro álbum, certamente o mesmo não acontecerá com o quarto. Geoff Barrow disse ao Guardian que o próximo álbum da banda chegará às lojas em breve. O processo de composição das canções, segundo o músico, acontecerá entre julho e agosto. Quando do lançamento de "Third" (2008), o Portishead disse que o próximo álbum seria lançado por um selo independente. Mas parece que agora a banda mudou de ideia. Segundo o jornal britânico, o novo trabalho deverá ser lançado pela gravadora Universal.

*****

E para vocês não falarem que eu não disse nada de Copa do Mundo hoje, vou lembrar que no dia 30 de junho de 2002, o Brasil foi campeão mundial pela última vez, naquele dois a zero em cima da seleção alemã, em Yokohama. Sob o comando de Luiz Felipe Scolari (na época da Copa, não aguentava mais as pessoas me chamarem de Scolari ou de Felipão), a seleção venceu todas as sete partidas que disputou na Copa. Além de vencer, jogou bonito. Tanto que muitos consideram essa a melhor seleção brasileira desde 1970 - eu ainda acho a de 1982 melhor do que a de 2002. A escalação da final da Copa foi a seguinte: Marcos, Lúcio, Roque Júnior, Edmílson, Cafu, Gilberto Silva, Kleberson, Ronaldinho Gaúcho, Roberto Carlos, Rivaldo e Ronaldo, que marcou os dois gols.



*****

O segundo grande esportista que faz aniversário hoje é Michael Phelps. O nadador norte-americano, que nasceu em 1985, levou oito medalahas de ouro nas Olimpíadas de Pequim, em 2008. Só isso já seria o suficiente para ser considerado um dos maiores atletas de todos os tempos. Mas some-se a isso a quebra de 37 recordes mundiais, as suas outras seis medalahas de ouro (e duas de bronze) nas Olimpíadas de Atenas (2004) e as 22 medalhas de ouro em campeonatos mundiais de natação. Torço muito para que César Cielo alcance essas marcas, mas que vai ser difícil, ah, isso vai.



*****

Hoje dois grandes esportistas fazem aniversário. O primeiro é Mike Tyson, que nasceu no dia 30 de junho de 1966. Um dos grandes lutadores de boxe de todos os tempos, Tyson lutou 58 vezes, e ganhou 50, sendo 44 por nocaute. Eu me lembro de um dia, devia ter uns sete anos de idade, que ia ter uma luta do Tyson na madrugada de sábado para domingo (na época do Tyson, uma luta de boxe era algo que pouca gente perdia, me acredite). Meu irmão tinha guardado um chocolate para comer na hora da luta. Quando começou, ele se levantou e foi apanhar o chocolate no quarto dele. Tadinho, quando voltou, tipo 50 segundos depois, Tyson já tinha nocauteado o seu adversário, e a luta, terminado. Tem coisas que a gente não faz em uma luta do Tyson...



*****

Ah, agora eu vou contar uma das histórias mais bizarras que já presenciei na minha vida. Eu era muito fã do Tom Hanks (ainda sou, mas hoje bem menos), a ponto de assistir as estreias de seus filmes no primeiro horário do primeiro dia. Isso aconteceu com "Apollo 13". O filme fica uns 90 minutos meio em marcha lenta, até que nos últimos 20 minutos, você não consegue nem respirar de tanta ansiedade. Será que aquela nave vai conseguir voltar ao planeta Terra? No fundo, a gente sabe que vai, mas sempre rola aquele nervoso no filme. Pois bem, quando fui assistir "Apollo 13", devia ter uma meia dúzia de gatos pingados no cinema. Quando o filme estava pegando fogo no final, uma criança com os seus cinco anos, na mesma fileira que eu, fala para a mãe: "Quero mijar". A mãe responde: "Ah, agora não. Faz aí se você quiser". Trinta segundos depois, quando vejo, meu sapato está em cima de um rio de xixi, que escorria exatamente na minha direção. A mãe ainda completou: "Nossa, você fez mesmo!". Bom, essa história é só para lembrar que hoje faz 15 anos da estreia de "Apollo 13".



*****

Quem foi criança na década de 80 não se esquece do "Cassino do Chacrinha". Ainda mais quem gostava de música. Em tempos sem internet, o programa do Chacrinha era uma boa pedida para a gente ficar um pouco por dentro do que acontecia na música brasileira. Tanto que ele foi, de certa forma, muito responsável pelo estouro do rock brasileiro na década de 80, seja com apresentações no seu programa ou na controvertida "Caravana do Chacrinha". Mas, enfim, hoje eu lembro aqui do Velho Guerreiro José Abelardo Barbosa de Medeiros, porque há 22 anos ele partia lá para o andar de cima. Eu me lembro bem do dia em que ele morreu. Eu senti um vazio muito grande. E esse vazio ficou ainda maior quando não tinha mais nada de interessante na televisão nas tardes de sábado. E hoje então, as coisas estão bem piores nas tardes de sábado...



*****

Alô, fãs do Queen, esse disco logo aí acima faz 30 anos hoje. "The game" chegou às lojas no dia 30 de junho de 1980, e contém alguns dos maiores clássicos da banda inglesa, como "Another one bites the dust" e "Crazy little thing called love". Duas das grandes baladas do Queen também estão nesse álbum: "Play the game" e "Save me". Muitos fãs do Queen dizem que "The game" foi o último grande álbum da banda. Discordo. "The works" (1984) e "A kind of magic" (1986), apesar de serem essencialmente pop, trazem boas músicas como "I want to break free" e "Who wants to live forever". E isso sem contar com o canto do cisne "Innuendo" (1991), uma verdadeira obra-prima. "The game" já está rolando aqui a todo volume. E acho que depois vou partir para o "Innuendo".

*****

Ontem, falei aqui dos 45 anos do Dado Villa-Lobos, ex-guitarrista da Legião Urbana. E, hoje, é dia de outro grande guitarrista do Rock Brasil soprar velinhas. Cinquenta velinhas, na verdade. Tony Bellotto nasceu no dia 30 de junho de 1960, em São Paulo, e é guitarrista dos Titãs desde a sua fundação, no início dos anos 80. Além de bom guitarrista, Bellotto é escritor, e já lançou três romances: "Bellini e a esfinge" (1995), "Bellini e o demônio" (1997) e "Bellini e os espíritos" (2005). Ah, e eu também posso garantir que ele é muito gente boa. Valeu, Bellotto!



*****

Ih, pessoal! Boa tarde. Nossa, hoje acabei perdendo a hora mesmo. E ainda tive uns problemas para resolver... Acho que foi uma espécie de ressaca porque hoje não tem jogo da Copa. É bom mesmo que tenha esse intervalo, porque acho que a coisa vai pegar fogo a partir de sexta-feira. E prefiro também não fazer apostas. Mas, bom, vamos ao que interessa. E, olha que curioso: hoje, dia 30 de junho, é o Dia do Caminhoneiro. Tal profissão, há muito, deixou de ser "romântica". Hoje, os caminhoneiros estão organizados em fortes sindicatos, e também não podem dar tanto mole por conta do aumento da violência e das estradas cada dia piores. Mas eu acho que deve ser algo fascinante viajar Brasil afora com um caminhão, por dias e dias. Então, vai aqui a minha homenagem a todos os caminhoneiros: