5 de mai de 2010

Dalva, Beth Carvalho, McCulloch, Capital, Waly, Lily Allen, U2, Rufus, Limp Bizkit, Pink Floyd, B-52's, Madonna, Neil Young, Slash, My Morning Jacket

Quer ouvir duas músicas novas do My Morning Jacket, gravadas ao vivo? Então vem por aqui.

*****

Já viram o clipe da música nova do Slash com a participação especial de Andrew Stockdale? No sábado, prometo comentar algo sobre esse álbum solo do ex-guitarrista do Guns.



*****

Esse novo filme do Neil Young deve ser bem bom. E ainda tem a direção do Jonathan Demme, o mesmo de "Silver & gold". O filme já passou nos cinemas lá fora. Resta saber quando chega ao DVD...



*****

DANDO UM TEMPO: Madonna disse que, pelo menos por agora, não quer saber de música. Ela está se dedicando à produção de um filme. "Estou escrevendo um filme nos últimos dois anos e meio, para dizer a verdade. É uma obsessão minha", disse em entrevista a Interview Magazine. A cantora ainda falou sobre o fato de não ter contrato assinado com nenhuma gravadora no momento. "Não tenho contrato com ninguém atualmente. Não sei como vou fazer com a minha música na próxima vez que gravar algo. Terei que reinventar a roda", finalizou.

*****

Para Gene Simmons, do Kiss, "o download ilegal mata os próximos U2, Beatles e Kiss". E quer saber? Concordo com ele. O download ilegal está acabando com a cultura dos álbuns. Todo mundo baixa tudo e não ouve nada. Aliás, ouve sim: as mesmas porcarias que todo mundo ouve. A música plastificada que explode na tela dos YouTubes. As gravadoras são as principais culpadas, mas quem baixa música ilegalmente também é. Não pelo fato somente de baixar, mas pelo fato de nem saber o que está baixando.

*****

E você sabe quem são os indicados para o prêmio da Mojo desse ano?

*****

REPROVADO: Fred Schneider, vocalista do The B-52's foi vaiado e expulso do palco. Sério. Ele contou isso ao Spinner. "Eu cantei 'Love Shack' e fui vaiado", disse. O show foi na frente da televisão, jogando "Rock Band".

*****

NO MORE PINK FLOYD: E o Roger Waters colocou lenha na fogueira, hein? Ele disse que o Pink Floyd não se reúne novamente porque David Gilmour não quer. Waters diz que está com vontade. Torço muito para que o PF volte, mas, desde o dia em que Richard Wright morreu, tive a certeza de que isso jamais aconteceria. Ele e Gilmour eram best friends. Um participava dos shows do outro. O que motivaria Gilmour a se juntar a Waters e voltar com o Pink Floyd? Ele tem uma carreira solo estável. De grana não precisa... E parece que também não tem nem um pouco de paciência...

*****

"Estava fazendo a Britney." (Kele Okereke, vocal do Bloc Party, explicando a XFM o motivo de ter raspado o cabelo)

*****

A QUEM INTERESSAR POSSA: O novo single do Limp Bizkit, "Why try". A música fará parte do novo álbum da banda, "Gold cobra", que marca a volta da formação original do conjunto. O disco deve sair no mês que vem. E a mim está longe de interessar...



*****

Mais cedo, falei aqui da matéria do Thiago Ney, na Folha, sobre o The National. Seria injusto também não citar a ótima reportagem, capa do "Segundo Caderno" de hoje, do jornal O Globo, sobre o último trabalho do Rufus Wainwright, feita pelo Fernando Duarte. Quem quiser ler, clica aqui.

*****

Finalmente, ontem recebi em casa a minha cópia de "Artificial horizon", CD que o U2 está distribuindo para os assinantes de seu site oficial - encomendei o vinil triplo também, mas me disseram que só chega em junho. O disquinho é muito bacana, e prometo comentá-lo em breve. Mas, por enquanto, coloco aqui, o remix mais bacana do álbum, de David Holmes para "Beautiful day". Ficou uma coisa meio Joy Division com U2 no início de carreira. Eu gostei!



*****

DEU NO MIRROR: E já que aqui no Brasil ninguém dá bola a viagem de Lily Allen por essas terras, lá fora ela é notícia.

*****

E há sete anos, o poeta, compositor, agitador cultural e porra-louca de Jequié, Waly Salomão, partia dessa para melhor. E aqui vai a minha dica de leitura dessa semana: "Me segura qu'eu vou dar um troço", livro de estreia de Waly, de 1972. Taí um cara que faz falta para a cultura nacional.



*****

O blog de Paulo Marchetti lembra que hoje faz 25 anos que o Capital Inicial lançou o seu primeiro compacto. No disquinho, "Leve desespero" e "Descendo o rio Nilo". O novo disco da banda, "Das Kapital", sai nesse mês, e o primeiro single já pode ser ouvido no site oficial do Capital.



*****

Quem vai comer bolo hoje também é Ian McCulloch, líder do Echo & the Bunnymen, banda pós-punk de Liverpool. Ian completa 51 anos hoje.



*****

Quem também nasceu no dia 05 de maio foi a dona Beth Carvalho. A grande sambista mangueirense completa hoje 64 anos. Vamos festejar?



*****

E vamos começar o dia com dor-de-cotovelo? No dia 05 de maio de 1917, nascia Dalva de Oliveira, a cantora que a sua avó adorava, e que cantava "Bandeira branca", "Kalu", "Máscara negra" e outros clássicos. A "Rainha do Rádio", como era conhecida, foi casada com Herivelto Martins, formando o casal mais rock' n' roll da história da música brasileira.



*****

E aí pessoal! Bom dia a todos. Hoje é o dia, hein? Flamengo x Corinthians! E o dia começou bem por três motivos:
1) O mau humor do José Trajano no "Pontapé Inicial", da ESPN Brasil. Eu já disse que o mau humor do Trajano me deixa de bom humor.
2) A matéria do The National na Folha de S.Paulo, assinada pelo Thiago Ney. Bacana o maior (e melhor) jornal do país prestigiar uma banda que poucos conhecem. Aliás, no próximo dia 15, a banda se junta ao cineasta D.A. Pennebaker (que fez o antológico "Don't look back", de Bob Dylan) para gravar um show em Nova York, que terá transmissão ao vivo pelo YouTube.
3) Dia 05 de maio é o Dia das Comunicações. Parabéns a todos os comunicadores!

Nenhum comentário: