3 de set de 2008

RAGE AGAINST THE MACHINE PROTESTA POR NÃO PODER FAZER SHOW



A banda norte-americana desencadeou um protesto logo após ter sido proibida de realizar um show, ontem, em Minnesota. O Rage Against The Machine planejava fazer um show na cidade de St. Paul, para coincidir com a convenção do Partido Republicano, que ocorre no mesmo local.

Entretanto, quando a realização do concerto não foi permitida, a banda cantou em apenas um megafone para um público barulhento formado por 200 pessoas (vídeo acima).

O RATM chegou ao local por volta das 19h (horário local), aparentemente sem ter a permissão para a realização do espetáculo. Quando finalmente o público se deu conta de que não haveria show, começou a cantar o hino dos Estados Unidos e a canção “Fuck You, I Won’t Do What You Tell Me”, composição da banda.

Então, Zack de la Rocha e Tom Morello caminharam até a frente da platéia e cantaram, a capela, versões dos hits “Bulls On Parade” e “Killing In The Name”. Após, os integrantes do conjunto marcharam, juntamente com os fãs, até o Xcel Energy Centre, local onde ocorre a convenção do partido de John McCain.

Um comentário:

Osvaldo disse...

ZACK ÉO CARA BOTO FÉ NELE