19 de set de 2008

NOEL GALLAGHER PREVÊ FUTURO NEGRO PARA AMY WINEHOUSE

Em entrevista à New Musical Express, o guitarrista do Oasis afirmou que Amy Winehouse morrerá cedo. Ele disse que possui muitas sobras do álbum “Dig Out Your Soul” que poderiam ficar perfeitas na voz da cantora britânica, mas acredita que as drogas matarão Amy cedo demais, apesar de seus 25 anos de idade.

“Eu tenho umas 30 canções sobrando. Não sei o que fazer com elas todas. Poderia dá-las para alguém cantar? Eu acho que elas cairiam bem na voz de algumas garotas, mas quem? ‘Fucking’ Amy Winehouse? Ela estará morta antes de eu escrever outra música”, disse Noel Gallagher.

Entretanto, o guitarrista acha que Duffy poderá ser uma boa cantora para interpretar suas músicas. “Duffy está bem. Eu poderia imaginá-la cantando algumas das músicas. Elas poderiam até fazer parte de um filme, mas não quero que seja no final de uma comédia romântica”, brincou Noel.

“Dig Out Your Soul” chegará às lojas no dia 06 de outubro.

++++++

Noel Gallagher também revelou em outra entrevista, desta vez para a revista Spin, que compôs as canções dos três primeiros álbuns do Oasis sob o efeito de drogas. Ele ainda considera tais canções os maiores sucessos da carreira de sua banda.

“Antes de 1997, eu não tinha escrito nada sob a influência de cocaína. Não se esqueça que eu consumia drogas antes de montar a banda. Em todos os três primeiros discos eu me encontrava sob o efeito de drogas. Eu me lembro de um dia ter ficado fora de mim e ter ido para o fundo de uma sala. Lá, eu escrevi uma música em 10 minutos – era ‘Supersonic’”, disse o guitarrista.

Noel Gallagher, que, no momento, está se recuperando dos ferimentos causados por uma agressão durante um show, afirmou que a qualidade de suas canções era melhor naquele período, o que o deixa frustrado. Mas o músico insistiu que não voltaria a consumir entorpecentes.

“Todos esses álbuns e todos os lados B foram escritos sob a influência de drogas. Esse é o motivo pelo qual são tão boas. Às vezes eu penso que posso retornar às drogas e voltar a ser brilhante. Mas esse tipo de pensamento dura menos que um segundo”, completou o guitarrista.

Nenhum comentário: