22 de set de 2008

GRAHAM COXON SURPRESO COM DECLARAÇÕES SOBRE O FIM DO BLUR

Graham Coxon, ex-guitarrista da banda britânica, postou um texto no quadro de mensagens do site oficial da banda, sobre a entrevista concedida por Damon Albarn ao jornal argentino Clarín, na qual afirmou que a banda tinha acabado.

Escrevendo sob o seu apelido “tweedo”, Coxon demonstrou surpresa com a declaração de Albarn. “Damon não consultou ninguém antes de fazer tal comentário. Por isso, penso que é algo nonsense. Isso não é coisa para ele decidir”, escreveu o guitarrista, que deixou a banda em 2002, antes da gravação do disco “Think Tank”, último do grupo, lançado em 2003.

Em outra mensagem, Coxon escreveu o seguinte: “Há alguns anos, eu disse que não me imaginava retornando ao Blur. As pessoas ao meu redor diziam: ‘Nunca diga nunca’. Eu ficava ressentido quando diziam isso, porque foi um período muito difícil e estávamos todos machucados. Eu era um, eles [Albarn, Alex James e Dave Rowntree] eram três, e eu me sentia um pouco fora do grupo. Eu não pensava que tinha que ser desse jeito. Eles estavam com raiva e eu também estava com raiva”.

“É MUITO complicado. Eu sei que parece simples solucionar isso... uma ligação, marcar um encontro, um papo, abraços, lágrimas e um encontro marcado no estúdio. Estupidamente eu pensava que poderia ser assim, simples, mas estava errado”, continuou Coxon.

Apesar do ressentimento, ao final do texto, o guitarrista deu a entender que um retorno da banda ainda pode ser possível: “Sejamos pacientes. Ninguém sabe o futuro, nem mesmo Damon”.

O forum com toda essa discussão está aqui.

Nenhum comentário: