17 de set de 2008

U2 NA MIRA DO THE KILLERS E DO METALLICA (MAS, POR ENQUANTO, SOMENTE TOM JONES ACERTOU O ALVO)

A banda The Killers afirmou que quer ser maior do que o U2. Brandon Flowers disse que Bono e os demais integrantes da banda irlandesa estão ficando velhos, e, por isso, a sua banda vai tirá-los do “pedestal”. “Podemos substituir o U2 no topo. Eles estão ficando velhos”, disse.

Sobre o novo álbum de sua banda, com previsão de lançamento para novembro, o vocalista da banda de Las Vegas afirmou: “Sei que haverá umas duas canções no novo disco que vocês vão adorar. Mas temos que ver, não sei...”.

+++++

Já o Metallica, que não precisa mais destronar ninguém, disse que quer tocar com o U2. O baterista Lars Ulrich revelou o seu antigo sonho de tocar com Bono & Cia. para o Daily Star. Ele disse que uma apresentação conjunta tem que ocorrer de qualquer jeito.

“Pode ser a uma da tarde, em um estacionamento na Irlanda. Mas tem que acontecer”, revelou o baterista. Ulrich também disse que o Metallica está vivendo um momento muito feliz com o lançamento de “Death Magnetic”, que, somente nos Estados Unidos, já vendeu mais de meio milhão de cópias em apenas cinco dias.

“Parece que as pessoas estão gostando do novo álbum. É o trabalho mais bem recebido pelo público desde o ‘Black Album’, de 1991. Bons tempos para o Metallica. Ainda estamos na moda”, completou.

E, com relação à “Death Magnetic”, muita gente tem reclamado da mixagem do álbum, que, dizem, está bem inferior à mixagem feita para o jogo “Guitar Hero”. Em entrevista ao Guardian, o engenheiro de som Ted Jensen, responsável pela mixagem do trabalho, afirmou que não há grande diferença. Ele disse que no CD, a compressão do áudio ficou muito forte, e as partes mais altas da música são silenciadas. Assim, os fãs podem aumentar o volume ao máximo, que não haverá distorção.

+++++

Mas se o Metallica ainda não conseguiu tocar com o U2, o mesmo não se pode dizer do cantor Tom Jones. Depois de 15 anos sem lançar um álbum nos Estados Unidos, o cantor de 68 anos colocará nas lojas, no dia 25 de novembro, “24 Hours”.

O álbum contará com a participação especial de Bono e The Edge na faixa “Sugar Daddy”.

Segundo Jones, a sua maior influência para a gravação do novo disco foi “Back to Black”, de Amy Winehouse. Tom Jones apresenta dois covers no novo disco: “The Hitter”, de Bruce Springsteen, e “I’m Alive”, de Tommy James and the Shondells.

“24 Hours” foi produzido pela dupla britânica Future Cat, que já trabalhou com Lily Allen e Kate Nash.

+++++

E voltando a falar no Metallica, o guitarrista Kirk Hammett disse à Rolling Stone que estava pronto para gravar um álbum solo após “St Anger”. Ele afirmou que já tinha uma boa quantidade de material solo, mas teve que recuar da sua idéia, porque precisava permanecer na banda.

“Honestamente, eu já estava pronto para fazer um trabalho solo. Eu tinha um bando de música guardada. Já estava prestes a convidar o Lars [Ulrich] para tocar bateria no disco”, disse.

Hammett acabou mudando de idéia. “Era importante continuar na banda. Mas estou nela há mais tempo do que deveria. Entrei no grupo quando tinha 20 anos. E já estou aqui há 25 anos”, completou o guitarrista.

Nenhum comentário: