24 de set de 2008

DAVID GILMOUR E ROGER WATERS PRESTAM HOMENAGEM À RICK WRIGHT



Ontem, dois ex-colegas de Rick Wright prestaram homenagem a ele. David Gilmour tocou a música “Remember A Day”, em um programa de televisão, em memória de Wright, enquanto Roger Waters escreveu um texto em seu site oficial.

Gilmour foi um dos convidados de ontem do programa de televisão britânico “Later... With Jools Holland”, veiculado pela BBC. Para homenagear Wright, o guitarrista e vocalista do Pink Floyd pescou uma canção gravada pela banda em 1968. “Remember A Day” (vídeo acima) foi escrita por Wright, e está presente no segundo disco da banda britânica, “A Saucerful Of Secrets”.

Após a performance, Gilmour foi sintético nas palavras: “Ele era muito singelo e talentoso. Estamos muito tristes com a sua perda”.

Já Roger Waters, que chegou a pedir a saída do tecladista do Pink Floyd durante as gravações de “The Wall”, escreveu um depoimento em seu site oficial. “Fiquei muito triste ao saber da morte prematura de Rick. Eu sabia que ele estava doente, mas o final foi muito rápido e chocante”.

Ele continua: “Sobre o homem e sua obra, é muito difícil mensurar a sua importância musical no Pink Floyd nas décadas de 60 e 70. As intrigantes e jazzísticas modulações tão familiares em “Us And Them” e em “The Great Gig In The Sky”, e que emprestaram extraordinária humanidade e majestade a elas, estão presentes em todo o trabalho que nós quatro fizemos naquele período. O ouvido de Rick para a progressão harmônica era uma espécie de guia”.

E, para finalizar, Waters faz menção à histórica reunião da banda no Live 8, em 2006. “Estou muito grato pela oportunidade que o Live 8 me concedeu ao meu reunir com ele, David e Nick pela última vez. Eu gostaria que tivesse acontecido mais vezes”.

3 comentários:

Sheyla Fernandes disse...

Roger defende até o fim a opinião de que o Rick só fez algo pelo Pink Floyd até o final de 70. Não sei... Gosto do The Division Bell.

Valeu pelo post, Luiz Felipe.

Marcelo Dias disse...

Concordo com a Seyla, para mim The Division Bell foi uma obra de arte de audiovisual.

juliana disse...

Curto Pink Floyd desde os 11 anos de idade, hoje tenho 38. A saída de Roger acho que tinha que acontecer, por que só assim Gilmour colocou suas idéias em obras: THE DIVISION BEEL, ON AN ISLAND, P-U-L-S-S-E...
Assim como Roger: RADIO KAOS, AMUSED TO DEATH e outros. Mais a morte de RICK foi foda, esta fazendo muita falta para Gilmour.

Valeu SANDRO MENACHO - Guajará Mirim-RO