31 de ago de 2008

CD: “22 DREAMS” (PAUL WELLER) – NEM TUDO SÃO SONHOS

Paul Weller, apesar de ter sido o fundador de uma importante banda – The Jam, lá no finalzinho dos anos 70 –, é muito pouco conhecido no Brasil. Mas em outubro, o pessoal que for ao Tim Festival terá a oportunidade de presenciar um show do ‘modfather’. Será a sua primeira visita ao Brasil, e, para nossa sorte, ele está vindo para divulgar um de seus melhores álbuns, “22 Dreams”.

São 21 canções em 68 minutos de duração. E o único (e, de certa forma, grave) problema de “22 Dreams” é exatamente esse. A sensação que fica é que Weller quis fazer uma espécie de “Álbum Branco” (é como os fãs do ex-The Jam estão o classificando), tal como os Beatles, e acabou se perdendo em vários momentos. A verdade é que, hoje em dia, gravar um álbum com mais de duas dezenas de músicas em mais de uma hora de duração é para poucos. Pouquíssimos. E, sem querer desmerecer ninguém, os Beatles são os Beatles...

Assim, por exemplo, quatro canções-vinhetas (“Lullaby Für Kinder”, “The Dark Pages Of September Lead To The New Leaves Of Spring”, “A Dream Reprise” e “111”) são completamente dispensáveis. E a pergunta que fica é: para quê? Será que para fazer um disco genial, o artista precisa encher lingüiça. E a última faixa, “Night Lights”, nem se fala: uma canção instrumental chatíssima com mais de seis minutos de duração. Teria Paul Weller cortado metade das canções do disco, e “22 Dreams” poderia entrar em qualquer lista dos melhores lançamentos do ano.

Isso porque, o nono trabalho solo de Paul Weller traz algumas faixas excelentes, que cobrem as melhores facetas de sua diversificada carreira. Tudo o que fez o nome do “pai do mod” está aqui: do rock básico (quase punk) do The Jam até a mistura de ritmos de sua carreira solo, passando pelo folk-soft-rock do Style Council (banda que Weller formou no início dos anos 80). E tudo isso, certamente, fez a alegria de seus fãs, que colocaram o disco no topo da parada britânica na semana de seu lançamento, bem como já dizem que é o melhor disco da carreira de Weller, barrando até mesmo o famoso “Stanley Road”, lançado em 1995.

O início de “22 Dreams” dá uma idéia de quão bom poderia ser o disco se não fossem os excessos. As suas quatro primeiras faixas são exatamente as melhores, dando ao ouvinte a (falsa) impressão de que o novo álbum de Weller seja realmente um sonho. A folk “Light Nights”, com violões e violoncelos evoca os melhores momentos do Style Council, e a faixa-título, por sua vez, faz a gente até pensar que está ouvindo um novo álbum do The Jam, com uma ótima guitarra, um baixo alucinante de Lewis Wharton, e uma letra que explica o fato de o disco ter 21 canções apesar de se chamar “22 Dreams”: “I had 22 dreams last night / And you were 21 / The last one I saved for myself / Just to save my soul”. A romântica “All I Wanna Do (Is Be With You)” possui uma das melhores letras do disco (“I’m not here to forgive you / I’m neither clever nor confused / I’m not looking to steal you / Don’t want you feeling used / All I wanna do is be with you”) e a soul “Have You Made Up Your Mind” é aquele tipo de canção que, apesar de nova, já tem cara de clássico. Não é à toa que foi escolhida para ser o primeiro single do CD.

Weller também abusa um pouco das baladas nesse disco. E não faz feio. O lamento com acento jazzy “Invisible” é outro grande momento do álbum, assim como a lúdica “Black River”, que tem a participação especial do ex-guitarrista do Blur, Graham Coxon, tocando bateria. A delicada “Where’er Ye Go”, com boa intervenção do violinista John McCusker, também desce muito bem.

Além de Graham Coxon, Weller contou com a participação especial de outros artistas do pop-rock britânico. Com Noel Gallagher, dividiu a parceria de “Echoes Round The Sun”, outro bom momento de “22 Dreams”. A faixa ainda conta com a participação de Noel e de Gem Archer, o que faz com que a canção tenha a cara do Oasis – e isso é um elogio. Aziz Ibrahim, que já trabalhou com o Simply Red e os Stone Roses, participa da faixa “God”. Pena que esta seja uma das piores do álbum.

Outro momento em que Weller brilha é na instrumental “Song For Alice”, composta em homenagem a Alice Coltrane. A soturna faixa faz lembrar os melhores momentos das canções instrumentais de “Pet Sounds”, dos Beach Boys.

Agora nos resta esperar para ver o show de Paul Weller em outubro. Se ele conseguir extrair os excelentes momentos de “22 Dreams” e misturá-los com clássicos como “That’s Entertainment”, “The Changing Man” e “Long Hot Summer”, não vai sobrar pedra sobre pedra.

Abaixo, um vídeo com a faixa-título do álbum, gravado ao vivo no programa de Jools Holland.

Cotação: ****

30 de ago de 2008

CD: “O CORAÇÃO DO HOMEM BOMBA – VOLUME 1” (ZECA BALEIRO) – MAIS UM BAILÃO DO BALEIRO

Desde o ano passado, Zeca Baleiro vem rodando algumas cidades do Brasil, com o show “Baile do Baleiro”, um show bastante animado, com antigos sucessos, canções novas e composições de terceiros. E depois de três anos sem lançar um álbum de inéditas, parece que esse show fez muito bem para o músico maranhense, que compôs quase 30 canções em apenas 15 dias. Metade dessa produção está disponível no CD “O Coração do Homem Bomba – Volume 1” (produzido pelo próprio Baleiro e por Evaldo Luna) já nas lojas via MZA.

No release distribuído a imprensa, Baleiro afirma: “Antes que me perguntem, este não é um disco ‘conceitual’. É um amontoado de canções acumuladas ao longo de alguns anos – umas novíssimas, outras nem tanto e algumas ainda tiradas do baú e recicladas”. E a idéia do novo trabalho é exatamente essa. Nas suas 10 faixas (e mais três vinhetas), Baleiro faz um verdadeiro bailão, com músicas pra lá de animadas e cheia de metais, sem maiores pretensões ou “conceitos”. Inclusive, a banda que acompanhou o compositor (Os Bombásticos) é a mesma do show, formada por Adriano Magoo (teclados e acordeon), Fernando Nunes (baixo), Tuco Marcondes (violão e guitarra), Kuki Stolarski (bateria e percussão), além de mais uma metaleira da pesada.

A sonoridade do disco é bastante diversificada, ora transitando entre o rock e o samba-funk, ora entre o forró e a rumba, ora entre o pop e o reggae. E o compositor maranhense também continua com a sua veia poética azeitada, com letras que variam do grotesco ao romântico.

Um exemplo que resume bem a proposta de “O Coração do Homem Bomba – Volume 1” é “Você Não Liga Pra Mim”, um pop-reggae-ska (com um quê de Los Hermanos), com metais em brasa e uma letra brega-romântica que deixaria qualquer Waldick Soriano com inveja: “Que que eu posso fazer / Pra você me notar / Você não crê em amor nem paixão / Faz pouco caso do meu coração / Você quer ver o meu fim”.

Outro destaque do CD é “Vai de Madureira”, um samba-funk escrito por Baleiro para a volta das Frenéticas, em 2001, com uma letra engraçadíssima (“Se não tem água Perrier eu não vou me aperrear / Se tiver o que comer não precisa caviar / Se faltar molho rosé, no dendê vou me acabar / Se não tem Moet Chandon, cachaça vai apanhar”).

Outra que segue o mesmo estilo é “Elas Por Elas”, um “regaton canastrão de acento latino”, nas palavras de Baleiro, com uma letra que cita o nome de diversas mulheres com rimas esdrúxulas como “Com Letícia a vida era uma delícia” ou então “Pra Lúcia eu era um bicho de pelúcia”. No primeiro single do álbum, “Toca Raul”, Baleiro apresenta mais uma letra hilária: “Mal eu subo num palco / Um mala um maluco já grita de lá / - Toca Raul! / A vontade que me dar é de mandar / O cara tomar naquele lugar”.

Mas além das letras, Baleiro mostra que, mesmo sem pretensão, musicalmente, as faixas de “O Coração do Homem Bomba – Volume 1”, também estão entre as melhores de sua carreira. Exemplos disso são a jazzy “Você é Má” e a balada cheia de climas “Geraldo Vandré”, parceria com Chico César, cuja letra é um diálogo com o enigmático compositor (“Geraldo Vandré / Diga aí como é que é / Vamos tomar um café / Os jornalistas querem saber / Os urubus querem carniça”).

“Ela Falou Malandro”, parceria de Zeca Baleiro com Zé Geraldo com uma sonoridade que mistura “rock, brega e Jovem Guarda com trompetes mariachi dando o tom”, nas palavras de Baleiro, também é uma das melhores faixas do disco.

Como já havia feito no “Baile do Baleiro”, o músico maranhense abre espaço para composições de terceiros nesse novo trabalho. “Alma Não Tem Cor”, de André Abujamra (ex-Karnak) mistura rumba com forró. E em “Bola Dividida”, de Luiz Ayrão, Baleiro transforma o hit brega em um “pop bósnio” (definição do próprio), com destaque para o acordeon de Magoo.

Lá no finalzinho do release do disco, Baleiro escreveu: “Este disco não tem ‘conceito’. É um disco de música popular, a boa e velha música popular brasileira. Espero que baste”. Bastou! E que venha o segundo volume!

A partir do dia 17 de setembro, o trailer do Volume 2 de “O Coração do Homem Bomba” já estará disponível no site oficial do cantor. Segundo Baleiro, diferentemente do primeiro volume, o segundo terá canções mais lentas e introspectivas.

Abaixo, o videoclipe da faixa “Toca Raul”, presente em “O Coração do Homem Bomba – Volume 1”.

PS. E para quem estranhou o encarte de papelão, segundo Zeca, a opção foi apenas para deixar o produto mais barato.

Cotação: ****

MICHAEL STIPE VAI DEIXAR OS EUA CASO MCCAIN SEJA ELEITO

O líder do R.E.M. afirmou que vai se mudar dos Estados Unidos para a Inglaterra, caso o candidato republicano John McCain seja eleito presidente. Quando perguntado o que faria se McCain fosse eleito, Stipe foi direto: “Bem, vou ter que me mudar para a Inglaterra”.

Stipe já declarou publicamente que apóia o candidato democrata Barack Obama nestas eleições. Sobre McCain, Michael Stipe ponderou: “Ele serviu a seu país e fez um bom trabalho como homem de serviço. Eu vou respeitá-lo por isso, mas ele não pode ser presidente”, disse o cantor à Sky News.

A declaração do líder do R.E.M. foi dada logo após o candidato do Partido Republicano anunciar a governadora do Alaska, Sarah Palin, como vice de sua chapa.

O R.E.M. fará hoje um show no Twickenham Stadium, em Londres.

CLÁSSICO DE MILES DAVIS GANHA EDIÇÃO ESPECIAL

“Kind of Blue”, um dos discos mais importantes da história do jazz, será relançado em uma versão de luxo, que abarca o CD original, mais um CD de raridades e um DVD. O pacote será lançado no dia 30 de setembro, pela gravadora Columbia. Quem não quiser comprar o pacote todo, pode optar por apenas a edição simples com o disco “Kind Of Blue” remasterizado.

No álbum, lançado originalmente em 1959, Miles Davis está acompanhado por um sexteto que, para muitos, é considerado o melhor grupo da história do jazz. Além de Miles, John Coltrane (saxofone tenor), Bill Evans (piano), Cannonball Aderley (saxofone alto), Paul Chambers (contrabaixo) e Jimmy Cobb (bateria) participaram das gravações.

O CD bônus traz versões alternativas das canções presentes no disco original, bem como uma sessão realizada em 1958 e mais uma faixa ao vivo. Já o DVD apresenta 55 minutos com um documentário inédito sobre a gravação do álbum.

REVELADAS AS FAIXAS DE COLETÂNEA BRASILEIRA DE MICHAEL JACKSON

Depois de uma votação entre o público, realizada pela gravadora Som Livre e pelo canal por assinatura Multishow, foram decididas quais as canções de Michael Jackson que entrarão na coletânea exclusiva do Brasil. Todas as canções disponíveis para serem votadas são da carreira-solo de Jackson. Ou seja, nada de “I Want You Back” ou “ABC”.

A escolha do repertório mostra que os fãs foram bastante conservadores na hora de votar. Foram escolhidos os 14 sucessos mais óbvios de Michael Jackson e não entrou sequer uma canção um pouco mais desconhecida. Ou seja, “King Of Pop – Brazillian Collection” será verdadeiro mais do mesmo para o público. Além das 14 canções escolhidas pelos fãs, a Som Livre acrescentou mais dois remixes que fizeram parte da edição especial de “Thriller”, lançada no início do ano.

Eis as canções do “King Of Pop” brasileiro:
1) “Don’t Stop ‘Til You Get Enough”
2) “Rock With You”
3) “Beat It”
4) “Billie Jean”
5) “Thriller”
6) “Human Nature”
7) “Bad”
8) “The Way You Make Me Fell”
9) “Black Or White”
10) “You Are Not Alone”
11) “Heal The World”
12) “Man In The Mirror”
13) “Say, Say, Say” (com Paul McCartney)
14) “Will You Be There”
15) “Wanna Be Startin’ Something” (versão remix de Akon)
16) “The Girl Is Mine” (versão remix de Will.I.Am)

GILBERTO GIL AGENDA PRIMEIRAS DATAS DE NOVA TURNÊ NO BRASIL

Depois de deixar o Ministério da Cultura, parece que Gilberto Gil vai tirar a sua sede de palco – principalmente dos brasileiros. No dia 24 de outubro, Gil estréia oficialmente a turnê de seu último disco, “Banda Larga Cordel” no país. O primeiro show acontecerá no Rio de Janeiro, na casa Vivo Rio. Haverá uma segunda apresentação no dia seguinte.

Nos dias 31 de outubro e 01º de novembro, será a vez dos paulistas. Os shows acontecerão no Citibank Hall. Os ingressos para os shows no Rio e em São Paulo começam a ser vendidos na semana que vem.

Antes das apresentações no Brasil, o ex-ministro percorre a Itália e o Japão em setembro, e a Argentina e o Paraguai, em outubro.

ECHO & THE BUNNYMEN REEDITAM “OCEAN RAIN”

A banda A banda Echo & The Bunnymen, juntamente com a gravadora WEA, vai relançar, até o final do ano, uma versão especial de “Ocean Rain”, o seu álbum mais conhecido. O disco, lançado originalmente em 1984, virá acompanhado por um CD bônus com a íntegra do histórico show que a banda fez no Royal Albert Hall, em Londres, em 1983.

É esperar para ver... Enquanto isso, segue abaixo, o vídeo da faixa-título do disco, registrado no programa de televisão The Tube, em 1983.

AMY WINEHOUSE É PROCESSADA POR NÃO COMPARECER A SHOW NA FRANÇA

Os organizadores do festival Rock En Seine ajuizaram uma ação contra a cantora britânica em razão do cancelamento de seu show, em última hora. Winehouse cancelou a sua apresentação na noite de ontem do festival francês após ter passado mal em sua casa, em Londres. Segundo o seu porta-voz, a cantora ficou impossibilitada de viajar até à França.

Em comunicado divulgado à imprensa, os organizadores do evento disseram que “não houve explicações das exatas razões de sua ausência”. O anúncio do cancelamento só veio poucas horas antes da apresentação que Winehouse faria. O público, que já lotava o Rock En Seine, reclamou bastante e vaiou.

No próximo fim de semana, Amy Winehouse cantará no festival de Isle of Wight, na Inglaterra.

GRATEFUL DEAD SE REUNIRÁ PARA OBAMA?

A lendária banda Grateful Dead deve se reunir em outubro para promover a campanha do candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama. Está sendo noticiado pela imprensa norte-americana que o grupo fará um show no dia 13 de outubro para levantar fundos para a campanha de Obama.

De acordo com a Fox News, participariam do concerto os quatro membros ainda vivos, Bob Weir, Mickey Hart, Phil Lesh e Bill Kreutzmann. A emissora também informou que Warren Haynes, dos Allman Brothers, seria o líder da banda, no lugar de Jerry Garcia, que morreu em 1995, após um ataque cardíaco.

A imprensa também noticiou que esse show para a campanha democrata serviria de teste para uma turnê de retorno do Grateful Dead no ano que vem.

BECK FARÁ SHOW COM ORQUESTRA AO LADO DE SEU PAI

O cantor norte-americano anunciou hoje que montará um show especial no Hollywood Bowl, em Los Angeles, no próximo dia 20 de setembro – com ingressos já esgotados. Beck será acompanhado pela The Hollywood Bowl Orchestra Strings, conduzida por ninguém menos do que seu pai, David Campbell.

Para quem acha que Campbell é um ilustre desconhecido, ele já ganhou 400 discos de ouro e de platina, além de ter sido contemplado com dois Oscars e mais de 50 Grammys. Ele também já elaborou arranjos para canções de alguns álbuns de Beck.

29 de ago de 2008

R.E.M. FECHA CONTRATO PARA SHOWS NO BRASIL

E a grande notícia do dia foi a confirmação das apresentações do R.E.M. no país em novembro. O site oficial da banda ainda não confirmou, mas a Folha de S.Paulo e O Globo noticiaram que o grupo liderado por Michael Stipe fará cinco apresentações por aqui.

Segundo a coluna “Conexão Pop”, assinada por Thiago Ney, da Folha, os prováveis cinco shows acontecerão em Porto Alegre, Rio de Janeiro e Porto Alegre, entre os dias 05 e 12 de novembro. As datas e os locais ainda não foram divulgados pela produtora Mondo

E para deixar mais água na boca...

RADIOHEAD ENCERRA TURNÊ NORTE-AMERICANA COM SHOW EM SANTA BARBARA

Na noite de ontem, a banda de Thom Yorke terminou a sua turnê pelos Estados Unidos com um show na cidade de Santa Barbara (Califórnia), que foi transmitido ao vivo pelo site da banda. Além de músicas de seu último álbum, “In Rainbows”, o Radiohead apresentou antigos sucessos – bem diferente do início da turnê européia – como “The National Anthem”, “Karma Police”, “Paranoid Android”, “The Bends” e “No Surprises”.

Antes de tocar “Paranoid Android”, Thom Yorke fez piadas sobre a moda das cirurgias plásticas na Califórnia. “Então, essa é para todos vocês que já fizeram a cirurgia. Vocês serão mortos em breve”, disse. Ao final da canção, o músico se desculpou com a platéia.

Antes de sair do palco, logo após a apresentação de “Idioteque” (vídeo abaixo), Thom Yorke agradeceu aos fãs e prometeu vê-los “em outra oportunidade” no futuro.

O setlist da apresentação foi o seguinte:
1) “Reckoner”
2) “Optimistic”
3) “There There”
4) “15 Step”
5) “All I Need”
6) “Nude”
7) “Talk Show Host”
8) “Arpeggi”
9) “The Gloaming”
10) “Morning Bell”
11) “The National Anthem”
12) “Faust Arp”
13) “No Surprises”
14) “Jigsaw Falling Into Place”
15) “The Bends”
16) “Karma Police”
17) “Bodysnatchers”
18) “Cymbal Rush”
19) “House of Cards”
20) “Paranoid Android”
21) “Go Slowly”
22) “Videotape”
23) “Lucky”
24) “Idioteque”

TIME DE ESTRELAS DA MÚSICA PARTICIPA DE CONVENÇÃO DEMOCRATA



Stevie Wonder, Sheryl Crow, John Legend e Will.I.Am participaram da convenção democrata que oficializou o nome de Barack Obama como candidato à presidência dos Estados Unidos. A convenção, durante a qual Obama fez um discurso aceitando a sua indicação como candidato do Partido Democrata, aconteceu ontem, no Mile High Stadium, na cidade de Denver.

O ato foi comemorado com uma performance de Will.I.Am, que recebeu John Legend na canção tema da campanha, “Yes We Can”. Já Steve Wonder cantou “Signed, Sealed, Delivered I’m Yours” (vídeo acima).

Na noite de domingo, a cantora Sheryl Crow fez um show no Anfiteatro de Red Rocks (também em Denver), dando início à convenção. “O que estou ouvindo sobre o senador Obama é muito parecido com o que ouvimos de Robert Kennedy. Não importa o que vejamos na campanha, o mais importante é a esperança. É a base de nosso país”, disse Crow durante a sua apresentação.

SLASH ATACA BLOGUEIRO QUE VAZOU MÚSICAS DO GUNS N’ ROSES

O guitarrista defendeu a sua ex-banda e disse que o blogueiro responsável pela divulgação de nove canções de “Chinese Democracy” na Internet, em junho passado, deve ficar preso durante muito tempo.

“Eu espero que ele apodreça na prisão. O seu ato afetará as vendagens do disco, e isso não é justo. A Internet é o que é, e você tem que lidar de qualquer forma com ela. Mas eu acho que se alguém vai e pega alguma coisa que não é sua, é roubo”, disse Slash.

O FBI prendeu Kevin Cogill – que confessou o crime – no início da semana em Los Angeles. Cogill já foi solto devido ao pagamento de 10 mil dólares de fiança. Entretanto, o criminoso ainda será julgado e pode ser condenado a três anos de cadeira, além de ter que pagar uma multa no valor de 250 mil dólares.

De acordo com o site Latimes.com, o Guns N’ Roses divulgou um comunicado que diz o seguinte: “No momento, apesar de não apoiarmos os atos desse cara, o nosso interesse é identificar a fonte original do vazamento. Nós não podemos comentar nada publicamente enquanto as investigações não estiverem concluídas”.

O advogado de Kevin Cogill, Anthony Eaglin, se recusou a comentar as declarações da banda de Axl Rose, bem como as de Slash.

U2 REVELA TRAILER DE “LIVE AT RED ROCKS” E VÍDEO INÉDITO EM SEU SITE

A banda irlandesa escolheu o dia de hoje para presentear os seus fãs com dois vídeos bem bacanas.

O primeiro é o trailer do DVD “Live At Red Rocks”, que será lançado no dia 29 de setembro com a íntegra do show realizado pela banda em Denver, em 1983. No vídeo, liberado pelo site oficial da banda, estão presentes trechos das canções “Out Of Control”, “Sunday Bloody Sunday”, “I Will Follow”, “‘40’”.

O vídeo pode ser visto aqui.

O U2 também postou hoje em seu site, um pequeno vídeo de 40 segundos de duração, mostrando Larry Mullen Jr. em estúdio tocando a base de bateria de uma canção inédita que fará parte do próximo álbum da banda. Em fóruns na Internet, pessoas têm comentado que se trata da canção “Sexy Boots”.

Para quem quiser checar, o vídeo está aqui.

MICHAEL JACKSON COMPLETA 50 ANOS E DIZ QUE “O MELHOR AINDA ESTÁ POR VIR”



Hoje, Michael Jackson sopra 50 velinhas e disse que não pretende fazer grandes comemorações. “Eu vou comer um pequeno bolo com os meus filhos e, provavelmente, assistir a alguns desenhos animados”, disse, ontem, a estrela ao programa “Good Morning America”, da ABC News.

Jackson, divorciado duas vezes e pai de três crianças, afirmou que pretende proporcionar uma vida normal a seus filhos. “Eu estou deixando que eles aproveitem a infância o máximo possível... Eu deixo que eles passeiem em shoppings, aproveitem o cinema e façam outras coisas. Eu penso que essas coisas vêm naturalmente. Eu quero que eles façam tudo o que eu não posso fazer. Eu fico muito emocionado quando vejo que eles estão se divertindo”, disse.

Sobre a sua carreira, Jackson afirmou que ainda vai fazer “um monte de coisas extraordinárias”. “Acho que o melhor ainda está por vir, na minha modesta opinião”, completou o popstar.

Na entrevista, o cantor ainda falou que as gravações dos discos “Thriller” e “Off The Wall” foram os momentos mais felizes de sua vida. “Eles significaram muito para mim, além da sensação de saber que eles foram muito bem recebidos pelo público do mundo todo. Eu gostei muito disso tudo”.

REVELADAS AS FAIXAS DA NOVA COLETÂNEA DOS SMITHS

“Hang the DJ: The Very Best Of The Smiths” será o título da mais nova coletânea do The Smiths, a ser lançada, no Estados Unidos, no dia 07 de outubro. A compilação chegará às lojas em versão simples e dupla.

A edição simples conterá 23 sucessos, dispostos em ordem cronológica de lançamento. A primeira faixa será “Hand in Glove”, e a última, “Last Night I Dreamt That Somebody Loved Me”.

O disco bônus trará lados B, versões alternativas de “This Charming Man” e “Pretty Girls Make Graves”, além de versões ao vivo inéditas de “Handsome Devil”, “Meat Is Murder”, “What’s the World” e “London”.

A gravadora da banda de Morrissey e de Johnny Marr é chegada a uma coletânea. “Best Of Vol. 1”, de 1992, já vendeu 435 mil cópias desde o seu lançamento, somente nos Estados Unidos. Já “Louder Than Bombs”, lançado em 1987, vendeu 416 mil unidades nos EUA, a partir de 1991.

Definitivamente os números explicam o porquê de mais uma coletânea. Em contrapartida, Morrissey não autorizou o seu lançamento, e já pediu aos fãs, em carta publicada em seu site, que não comprem o produto.

Abaixo segue a relação das faixas dos dois CDs de “Hang the DJ”.

CD 1:
1) “Hand In Glove”
2) “Reel Around The Fountain”
3) “This Charming Man”
4) “What Difference Does It Make”
5) “Still Ill”
6) “Heaven Knows I’m Miserable Now”
7) “William, It Was Really Nothing”
8) “How Soon Is Now?”
9) “Shakespeare’s Sister”
10) “Barbarism Begins At Home”
11) “That Joke Isn’t Funny Anymore”
12) “The Headmaster Ritual”
13) “The Boy With The Thorn In His Side”
14) “Bigmouth Strikes Again”
15) “There Is A Light That Never Goes Out”
16) “Panic”
17) “Ask”
18) “You Just Haven’t Earned It Yet Baby”
19) “Shoplifters Of The World Unite”
20) “Sheila Take A Bow”
21) “Girlfriend In A Coma”
22) “I Started Something I Couldn't Finish”
23) “Last Night I Dreamt That Somebody Loved Me”

CD 2:
1) “Handsome Devil” (Live)
2) “Jeane”
3) “This Charming Man” (New York vocal)
4) “Back To The Old House”
5) “These Things Take Time”
6) “Girl Afraid”
7) “Please, Please Please Let Me Get What I Want”
8) “Oscillate Wildly”
9) “Stretch Out And Wait”
10) “Meat Is Murder” (Live in Oxford)
11) “Asleep”
12) “Money Changes Everything”
13) “The Queen Is Dead”
14) “Vicar In A Tutu”
15) “Cemetry Gates”
16) “Half A Person”
17) “Sweet And Tender Hooligan”
18) “I Keep Mine Hidden”
19) “Pretty Girls Make Graves” (Troy Tate version)
20) “Stop Me If You Think You’ve Heard This One Before”
21) “What’s The World” (Live in Glasgow)

BRIAN WILSON DIZ QUE DROGAS PODEM LEVAR À BOA MÚSICA

O ex-Beach Boy afirmou em entrevista à revista Uncut que acredita que as drogas podem levar à criação de boa música. No entanto, apesar de reconhecer que elas podem ser benéficas para os músicos, Brian Wilson disse não acreditar que tenham sido para ele.

“Se você experimentar, eventualmente alguma coisa boa pode sair. Mas eu tenho certeza que as drogas não foram boas para mim”, revelou Wilson à Uncut.

“A maconha me deixou muito paranóico com relação à vida e à minha reputação. Mas também me ajudou a concentrar na minha música. Ela me deu um insight acerca de canções que eu nunca teria escrito. Então não foi de todo o mal”, completou.

Wilson também falou que não acredita que o LSD seja benéfico para a criatividade. “[O LSD] me deixou amedrontado. Quando você usa uma droga como LSD, você nunca mais será o mesmo”.

RUFUS WAINWRIGHT DESISTE DE ÓPERA

Os planos de Rufus Wainwright de compor a ópera “Prima Donna” foram por água abaixo. O compositor estava escrevendo o libreto para o Metropolitan Opera de Nova York, mas desistiu porque a ele não foi permitido escrevê-lo em francês. Segundo o New York Times, era uma exigência do Met que as letras fossem escritas em inglês.

Rufus Wainwright disse ao NYT que ainda tentou traduzir as letras em inglês para o francês, mas a tarefa ficou impossível, porque as letras já estavam muito ligadas à melodia. O cantor também não teria ficado satisfeito com a previsão do Met para estréia da ópera: 2014.

Wainwright queria que a ópera estreasse, no máximo, no ano que vem. “Sou um popstar impaciente”, disse à publicação norte-americana.

Ainda com relação às letras, Peter Gelb, um dos diretores do Met disse que o inglês é imprescindível para uma nova ópera. “Apresentar uma ópera nova aqui que não seja em inglês, quando podia ser, é um impedimento automático para o seu sucesso”, afirmou.

28 de ago de 2008

REVISTA PORTUGUESA ELEGE OS MELHORES SOLOS DE GUITARRA

A revista portuguesa especializada em música, Blitz, publicou uma lista com os 50 melhores solos de guitarra de todos os tempos. Não faltaram nomes como Brian May, Jimmy Page, Pete Townshend e Eddie Van Halen. Vale a pena dar uma conferida na lista, apesar de um grande número de artistas portugueses (praticamente desconhecidos dos brasileiros).

Abaixo, os dez primeiros colocados, segundo a Blitz, e um vídeo de cada uma das canções.

10) The Who - "My Generation"



9) Bruce Springsteen - "Born To Run"



8) Led Zeppelin - "Whole Lotta Love"



7) Nirvana - "Smells Like Teen Spirit"



6) The Beatles - "While My Guitar Gently Weeps"



5) Van Halen - "Eruption"



4) The Rolling Stones - "Brown Sugar"



3) The Kinks - "You Really Got Me"



2) Chuck Berry - "Johnny B. Goode"



1) Jimi Hendrix - "Purple Haze"

“ROCK BAND 2” TERÁ ÁLBUNS COMPLETOS PARA DOWNLOAD

Para competir com o rival “Guitar Hero”, o “Rock Band 2” planeja incluir downloads de álbuns inteiros para download. Dentre os artistas em mente, estão Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers e Jane’s Addiction. O jogo será lançado em setembro, e o plano é que vários álbuns já estejam disponíveis para download logo em seguida.

Os álbuns que já estariam sendo trabalhados para o “Rock Band 2” são “The Colour And The Shape” (Foo Fighters), “Blood Sugar Sex Magik” (RHCP) e “Nothing’s Shocking” (Jane’s Addiction). A iniciativa da produtora do jogo MTV Games é justificada porque quando lançou os discos “Screaming For Vengeance” (Judas Priest) e “Doolittle” (Pixies) para download no “Rock Band 1”, o sucesso foi imenso.

“Nós ficamos surpresos com o número de pessoas que optaram por baixar os álbuns inteiros, algo que está perdido e esquecido”, disse o vice-presidente sênior da MTV, Paul Degooyer.

JORNAL FRANCÊS DIZ QUE MADONNA FEZ PLAYBACK EM NOVO SHOW

O jornal francês Libération descreveu o novo show de Madonna como “faraônico, milimétrico, sem surpresas, mas eficaz”. Contudo, revelou que a cantora norte-americana está usando e abusando do playback: “o bombardeamento de luzes intergalácticas antes de Give It To Me... em flagrante playback”.

O show realizado em Nice, na 3ª feira passada, contou com a presença de Bono e Elton John. O Libération também especulou que o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, assistiria ao espetáculo, mas o rumor não foi concretizado.

Abaixo, um vídeo amador de “Give It To Me” filmado na noite de estréia da turnê, em Cardiff, País de Gales, no último sábado.

COMPETIÇÃO DE VIDEOCLIPES ANIMA FÃS DO MARILLION

A banda está realizando uma competição de videoclipes entre seus fãs, para divulgar o seu novo álbum, “Happiness Is The New Road”. Os fãs poderão baixar gratuitamente na Internet a nova música do Marillion, “Whatever Is Wrong With You?” e fazer um clipe da canção. Após, o fã deverá postar o vídeo da música no YouTube.

Depois que a turnê da banda acabar, no início do ano que vem, o Marillion vai decidir qual é o melhor vídeo, que receberá um prêmio de cinco mil libras (o correspondente a, aproximadamente, 15 mil reais). O mesmo valor será dado para a pessoa que produzir o vídeo mais acessado no YouTube.

Cento e quarenta vídeos já foram postados no YouTube, e o mais acessado, até agora, foi visto mais de 65 mil vezes.

Maiores informações sobre a competição estão aqui.

Abaixo, um dos vídeos mais interessantes encontrados no YouTube:

PINK FLOYD RECEBE PRÊMIO NA SUÉCIA

A lendária banda progressiva ganhou o prestigioso prêmio Polar Music Prize, em cerimônia realizada na Suécia, ontem. A homenagem foi concedida pela contribuição da banda para a música popular. Roger Waters e Nick Mason estiveram em Estocolmo para receber o prêmio das mãos do rei Carlos Gustavo XVI.

De acordo com o site do Polar Music Prize, “o prêmio de 2008 foi atribuído ao grupo britânico Pink Floyd devido a sua monumental contribuição através de décadas para a fusão entre arte e música, em benefício da cultura popular. Através de extensa experimentação sonora, eles capturaram o humor e o espírito de toda uma geração nas suas reflexões e atitudes. O Pink Floyd conseguiu evoluir e criar uma empolgante música e álbuns no decorrer dos anos. Quando o rock n’ roll se desenvolveu, o Pink Floyd foi primordial na formação de sons que viriam influenciar novos artistas para sempre”.

O baixista e vocalista Roger Waters dedicou o prêmio à sua mãe, dizendo que “se existe alguma humanidade e empatia no meu trabalho, o que eu penso que há, eu acho que devo isso a ela”.

Pelo prêmio, a banda ainda recebeu 175 mil dólares, o que equivale a 280 mil reais.

+++++

Às vésperas da estréia da exposição que celebra a vida de Syd Barrett, em Cambridge, a sua irmã Rosemary Breen falou que Syd nunca almejou a fama. Ela também acredita que uma mistura de LSD com estafa causou os seus problemas de saúde em 1968.

“Syd ainda enxergava a música como algo que vinha do coração. Mesmo quando as coisas corriam mal, ele não se importava. A fama era a última coisa que ele queria. Ele nunca precisou disso porque, desde criança, sempre foi rodeado por pessoas que realmente o adoravam. Depois que ele retornou para Cambridge [em 1981], ficou muito tímido e recluso por causa de sua saída da banda. Ele não demonstrava interesse no Pink Floyd. Se alguém o chamasse, ele nunca atenderia. Ele era o Pink Floyd”, escreveu sua irmã no site do Mirror.

A exibição sobre a vida de Syd Barrett será realizada na cidade de Cambridge e vai do dia 22 de outubro ao dia 01º de novembro. Maiores informações, aqui.

NEIL DIAMOND VAI RESSARCIR FÃS INSATISFEITOS COM SHOW

Neil Diamond afirmou que vai devolver o dinheiro dos fãs que assistiram ao seu show realizado em Ohio, na semana passada, durante o qual ele estava com a voz fraca. No dia da apresentação, o cantor estava com uma forte laringite, e se desculpou em seu site: “Eu não deixei vocês tristes antes e não vou deixá-los agora”.

Dois outros shows de Diamond, em Wisconsin e no Missouri, foram adiados para setembro. O cantor vem fazendo uma turnê longa para os seus 67 anos de idade, desde o lançamento do álbum “Home Before Dark”, três meses atrás.

A turnê de Neil Diamond começou em maio, na cidade de Nova York, e o álbum “Home Before Dark” chegou a alcançar o topo da parada de discos do Reino Unido.

QUEEN + PAUL RODGERS FARÁ SHOW CONTRA A AIDS NA UCRÂNIA

O maior show de Brain May, Roger Taylor e Paul Rodgers já está garantido nesse ano. No dia 12 de setembro, a banda inglesa realizará um grande concerto gratuito na Praça da Liberdade, na Ucrânia. O show, que acontecerá uma semana após o aniversário do ex-líder do Queen, Freddie Mercury, será em benefício de doentes da Aids.

A praça da cidade de Carcóvia é a segundo maior da Europa, e o público esperado é de 100 mil pessoas. O tema do show será: “Não deixe a Aids arruinar a sua vida!”. Recentemente, a Ucrânia está vendo o seu número de doentes de Aids disparar.

O espetáculo está sendo organizado por Elena Franchuk, da Fundação ANTIAIDS, com o apoio da Mercury Phoenix Trust, entidade de apoio a aidéticos do próprio Queen.

AMY WINEHOUSE É A PIOR HÓSPEDE DE HOTEL, SEGUNDO PESQUISA

Uma inusitada pesquisa realizada pela companhia de viagens Concierge concluiu que Amy Winehouse, Michael Jackson, Axl Rose e Britney Spears são alguns dos “piores hóspedes de hotel de todos os tempos”. A cantora inglesa ficou em primeiro lugar na pesquisa, devido a três recentes hospedagens em diferentes hotéis, incluindo o Riverbank Hotel em Londres, onde, no ano passado, deixou um prejuízo de alguns milhares de dólares.

Michael Jackson, que faz 50 anos de idade amanhã, ficou em 12º lugar na pesquisa. O motivo foi o fato de ter balançado o seu filho na janela da varanda de um hotel em Berlim, no ano de 2002.

Lauren Highland, porta-voz da Concierge, disse que os atos das celebridades nos hotéis pode deixar as pessoas menos conscientes, de forma que venham a fazer as mesmas coisas.

“Eles são o tipo de cliente que fazem com que nós nos sintamos melhor depois de eles terem incomodado a recepção do hotel para conseguir um ingresso de última hora para um show na Broadway, ou queixando-se dos travesseiros”, disse Highland.

Outras celebridades que apareceram na lista da Concierge foram os atores Johnny Depp e Nicole Kidman.

AC/DC REVELA MÚSICA INÉDITA



Na noite de ontem, a banda australiana desvendou o mistério do primeiro single de “Black Ice”. “Rock N’ Roll Train” (acima) é a primeira música inédita da banda em oito anos.

A canção não difere muito do som que o AC/DC faz, o que tem provocado decepção em alguns fãs que, em alguns fóruns na Internet dizem que “não há nada de especial” na música.

Independente disso, nada como ouvir a voz de Brian Johnson e a clássica guitarra de Angus Young em uma música inédita novamente...

O álbum “Black Ice” será lançado, nos Estados Unidos, no dia 20 de outubro, e será vendido exclusivamente pela cadeia de lojas Wal-Mart.

METALLICA AGRADECE E KAISER CHIEFS RECLAMAM DE NOEL GALLAGHER

Prestes a lançar o álbum “Dig Out Your Soul”, o guitarrista do Oasis recebeu hoje um agradecimento e uma reclamação, ambos bastante inusitados. E eles vieram de outras duas bandas que também estão em vias de colocar novos discos nas lojas: o Metallica e o Kaiser Chiefs.

Lars Ulrich, baterista do Metallica afirmou que Noel Gallagher foi a sua maior inspiração para largar a cocaína. Ulrich disse que decidiu deixar as drogas alguns anos atrás por causa do guitarrista. “Há alguns anos, eu estava do tipo, você sabe, já era o suficiente... Eu não preciso mais disto [de cocaína]. Foi uma coisa que aconteceu literalmente em uma manhã, tipo ‘dane-se tudo isso’. Eu estava muito impressionado com Noel Gallagher. Como você sabe, sou fanático pelo Oasis. E você quer saber? Cocaína nunca mais [Gallagher deixou a cocaína em 1998]. E eu pensei: ‘ se ele pode fazer isso, todo mundo pode”, disse o baterista ao site Quietus.com.

“Eu me diverti com isso, mas era uma coisa mais social. Nunca gastamos dias em banheiros consumindo drogas”, completou.

Já o Kaiser Chiefs anda reclamando de Noel Gallagher. Segundo o grupo de Ricky Wilson, o guitarrista do Oasis foi muito esperto em ter causado polêmica há dez dias, quando afirmou que não achava os seus colegas “brilhantes”.

A banda de Leeds afirmou que em todas as entrevistas que concedem, necessariamente têm que falar sobre o Oasis. “Ele é realmente muito esperto, porque todas as entrevistas que fiz na semana passada, tive que mencionar o Oasis. Então, eu acabava respondendo a perguntas sobre o novo disco deles. Ele [Noel Gallagher] é uma máquina de fazer publicidade”, disse Ricky Wilson à rádio BBC.

Os Kaiser Chiefs vão lançar seu novo trabalho, “Off With Their Heads” no dia 13 de outubro. Exatamente uma semana antes, sai o novo do Oasis. Já o Metallica coloca “Death Magnetic” nas lojas no próximo dia 12 de setembro.

LENINE ANUNCIA DETALHES DE “LABIATA”

“Labiata” será o primeiro álbum de Lenine pela gravadora Universal. Após seis anos sem lançar um trabalho de inéditas, o músico pernambucano apresenta 11 composições próprias com parceiros como Arnaldo Antunes, Dudu Falcão, Paulo César Pinheiro e Bráulio Tavares.

O disco, que foi mixado no estúdio de Peter Gabriel, na Inglaterra, tem como principal destaque a faixa “Samba e Leveza”, parceria inédita de Lenine com o saudoso Chico Science.

Abaixo segue a relação de faixas de “Labiata”:
1) “Martelo Bigorna”
2) “Magra”
3) “Samba e Leveza”
4) “A Mancha”
5) “Lá Vem a Cidade”
6) “O Céu É Muito”
7) “É Fogo”
8) “É o Que Me Interessa”
9) “Ciranda Praieira”
10) “Excesso Exceto”
11) “Continuação”

CAPA E FAIXAS DE DVD DE MARIA RITA SÃO REVELADAS

À venda a partir da segunda semana de setembro, o DVD “Samba Meu”, de Maria Rita, diferentemente dos dois anteriores, traz uma capa (acima) sem foto da cantora em ação no palco. O show do DVD foi gravado na casa Vivo Rio, no Rio de Janeiro, em junho. Antes da gravação, a cantora passou por lugares como Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte, Vitória, Londres, Espanha e Portugal.

A direção do vídeo é de Hugo Prata e a produção, da própria Maria Rita. Com cenografia de Zé Carratu, a cantora é acompanhada por uma ótima banda formada por Jota Moraes (piano), Sylvinho Mazzuca (baixo acústico), Tuca Alves (violão), Camilo Mariano (bateria), Márcio Almeida (cavaquinho), Neni Brown e Miudinho (percussão).

No roteiro do DVD, canções de seu último álbum (“Samba Meu”), como “Tá Perdoado”, “Corpitcho”, “O Homem Falou” e “Num Corpo Só”, além de sucessos de sua carreira, como “Pagu”, “Cara Valente”, “Encontros e Despedidas” e “Caminho das Águas”.

A última canção do show, “Não Deixe o Samba Morrer” (sucesso na voz de Alcione) foi empurrada para os extras. Um making of do espetáculo também fará parte do DVD.

As canções do DVD são as seguintes:
1) “Samba Meu / O Homem Falou”
2) “Tá Perdoado”
3) “Maria Do Socorro”
4) “Novo Amor”
5) “Trajetória”
6) “O Que É O Amor”
7) “Cria”
8) “Recado”
9) “Muito Pouco”
10) “Pagu”
11) “Encontros E Despedidas”
12) “Caminho Das Águas”
13) “A Festa”
14) “Cara Valente”
15) “Corpitcho”
16) “Casa De Noca”
17) “Num Corpo Só”
18) “Maltratar, Não É Direito”
19) “Conta Outra”

27 de ago de 2008

DVD: “NOITES DE GALA, SAMBA NA RUA” (MÔNICA SALMASO) – MAIS DO MESMO HONESTO

Muita gente diz que já é lugar comum na Música Popular Brasileira, disco em homenagem a Chico Buarque. Também pudera, até mesmo porque também é lugar comum dizer que Chico é um dos maiores poetas da história da nossa música, ao lado de lendas como Ary Barroso, Noel Rosa, Vinicius de Morais e Dorival Caymmi. Assim, nada mais justo que esses tributos que volta e meia pipocam por aí.

No ano passado, Mônica Salmaso mostrou a sua visão acerca da obra de Chico, no CD “Noites de Gala, Samba na Rua”. Na verdade, a cantora, em 2004, já havia realizado shows com canções de Chico. Dois anos depois, o próprio Chico Buarque a convidou para participar do CD “Carioca”, entoando, ao seu lado, a bela “Imagina”, que fecha o álbum. Após tudo isso, Mônica Salmaso antecipou o seu projeto de gravar um disco-tributo ao compositor e, ao lado da excelente banda Pau Brasil, fez um trabalho muito coerente e honesto.

O DVD segue a mesma linha do CD, com todas as suas 14 faixas repetidas no vídeo (em ordem diferente) e mais um tema de autoria de Paulo Belinatti, integrante da excelente banda Pau Brasil, que acompanhou a cantora tanto no CD quanto no DVD. Aliás, seria injusto não citar aqui todos os integrantes do grupo instrumental: Nelson Ayres (piano), Paulo Bellinati (violão), Teco Cardoso (sopros), Rodolfo Stroeter (baixo) e Ricardo Mosca (bateria e percussão). A banda é tão boa – ela chega a dar nova vida a algumas batidas canções do repertório de Chico –, que a ótima voz de Mônica Salmaso, em vários momentos, chega a ficar em segundo plano.

O repertório do DVD está muito bem balanceado, de forma que todas as fases da carreira do poeta são privilegiadas. Dos anos 60 (com gemas como “Bom Tempo” e “Quem Te Viu, Quem Te Vê”) até os 90 (“Você Você”), passando pela barra pesada da década de 70 (“Partido Alto” e “Basta Um Dia”) e por muita coisa dos 80, em especial “Beatriz” e “Ciranda da Bailarina”, duas canções compostas para o “Grande Circo Místico”, todas as facetas de Chico Buarque estão bem representadas.

Os grandes destaques do DVD são o arranjo cheio de sutilezas de “Construção”, a lúdica “Ciranda de Bailarina, a deliciosa “Logo Eu?”, com o seu não menos delicioso arranjo, todo calcado na percussão e no sax barítono e o show do baixista Rodolfo Stroeter em “Morena dos Olhos d’Água”.

A direção de Mario de Aratanha traduz bem o espírito conservador do show, que mais parece um recital. Nos extras do DVD, entrevistas com a cantora e os membros do Pau Brasil.

Para quem gostou do CD, o vídeo, apesar de não trazer nada de novo, é válido para que novas nuances do trabalho sejam mais bem compreendidas. Mas para quem não curtiu o CD (ou não agüenta mais escutar tributos em homenagem ao compositor carioca), o DVD acaba sendo mais do mesmo. Melhor esperar pelo novo trabalho de Mônica Salmaso. De preferência ao lado do Pau Brasil novamente e com canções inéditas.

Cotação: ***

BLOGUEIRO QUE VAZOU MÚSICAS DO GUNS N’ ROSES É PRESO

Autoridades federais norte-americanas prenderam o blogueiro suspeito de colocar em seu site canções inéditas do álbum “Chinese Democracy”, do Guns N’ Roses. Kevin Cogill, de 27 anos, foi preso nessa manhã sob a suspeita de violação de direitos autorais. A polícia afirma que Cogill colocou nove canções da banda de Axl Rose no site Antiquiet.com, em junho passado. As canções foram removidas rapidamente, mas não o suficiente para se alastrarem pela rede mundial de computadores.

De acordo com o boletim de detenção, Cogill admitiu aos agentes ter postado as músicas em seu site.

Os Guns N’ Roses trabalham em “Chinese Democracy” há mais de uma década, e Axl Rose é o único integrante original do conjunto. No momento, há fortes rumores de que o disco finalmente verá a luz do dia até o final do ano, com venda exclusiva da rede de lojas Best Buy. Mas Axl Rose ainda não confirmou absolutamente nada.

PIXIES COGITAM LANÇAR NOVO ÁLBUM

Desde a reunião da banda em 2004 para uma turnê mundial, correm boatos de que os Pixies vão entrar em estúdio, a qualquer momento, para gravar um álbum de inéditas. Em meados de 2004, a banda alternativa lançou o single “Bam Thwok”, mas acabou ficando por isso mesmo.

Hoje, o líder do conjunto, Black Francis, disse à New Musical Express que não descarta a possibilidade de sua banda se reunir para gravar um novo trabalho, que seria o primeiro desde “Trompe Le Monde”, de 1991.

“É somente um jogo de espera no momento. O que quer que façamos no futuro será refrescante. Eu tenho que ver se a banda toda tem vontade de ir para um estúdio para gravar um novo álbum. Isso faz sentido no atual estágio. Para nós, será um novo ângulo. Não podemos somente ficar tocando nossas velhas canções eternamente”, disse Francis ao NME.

Atualmente, Black Francis está rodando o mundo divulgando os seus dois álbuns solo, “Svn Fngrs” e “Bluefinger”.

MICHAEL JACKSON GRAVA ÁLBUM DE POESIA

O cantor norte-americano homenageou o poeta escocês Robert Burns (morto em 1796) em um disco, que foi gravado em seu estúdio na Califórnia. O promotor de eventos e ex-marido de Liza Minnelli, David Gest, amigo de Michael Jackson, participou das sessões de gravação, e afirmou ao jornal Daily Star que Burns era “o poeta favorito” dos dois.

Segundo Gest, as poesias foram musicadas com levadas pop contemporâneas. “Originalmente, Michael e eu estávamos fazendo um musical sobre a vida de Burns, com a direção de Gene Kelly e a produção executiva de Anthony Perkins, mas ambos morreram. Então Michael e eu pegamos os poemas e colocamos uma sonoridade contemporânea”, disse Gest ao jornal britânico.

“Nós fizemos ‘Ae Fond Kiss’, ‘Tam O’Shanter’ e várias outras. Transformamos o seu trabalho em canções. Ficou bonito e eu ainda tenho essas gravações”, completou.

Não está definido se e quando o álbum será lançado.

PAUL MCCARTNEY DIZ QUE ESTÁ PRONTO PARA ISRAEL

O Ex-Beatle afirmou que mal pode esperar para o show que fará no próximo dia 25, em Tel Aviv, 43 anos após os Beatles terem sido banidos de Israel.

Em um comunicado, McCartney escreveu: “Eu tenho escutado algumas coisas maravilhosas sobre Tel Aviv e Israel. Mas escutar é uma coisa, e experimentar é outra. Nós estamos planejando um grande show e uma grande noite”.

Em 1965, a banda foi banida por Israel sob o argumento de que as suas músicas corrompiam os jovens cidadãos. O banimento foi suspenso esse ano pelo embaixador de Israel no Reino Unido que disse que tudo foi um “mal-entendido”.

OASIS INICIA NOVA TURNÊ EM SEATTLE



A banda britânica fez ontem o primeiro show da turnê que divulga o seu novo álbum “Dig Out Your Soul”. O concerto, que teve a abertura de Ryan Adams, aconteceu no WaMu Theater, em Seattle, Estados Unidos.

De cara, o Oasis mandou “Rock N’ Roll Star”, um de seus maiores sucessos. Outras canções antigas como “Lyla”, “Slide Away”, “Supersonic”, “The Masterplan”, “Champagne Supernova”, “Cigarettes And Alcohol” e “Wonderwall” também foram lembradas, ao lado de músicas do novo álbum, como o single “The Shock Of The Lightning”, “Ain’t Got Nothin’”, “To Be Where There’s Life” e “Falling Down”.

Noel Gallagher também apresentou uma versão acústica do clássico “Don’t Look Back In Anger”, cujo vídeo pode ser visto logo acima.

No encerramento do show, O Oasis atacou com a tradicional versão de “I Am The Walrus”, dos Beatles.

Abaixo segue o repertório completo da apresentação:
1) “Rock N’ Roll Star”
2) “Lyla”
3) “The Shock Of The Lightning”
4) “Cigarettes And Alcohol”
5) “The Meaning Of Soul”
6) “To Be Where There's Life”
7) “The Masterplan”
8) “Songbird”
9) “Slide Away”
10) “Morning Glory”
11) “Ain’t Got Nothin’”
12) “The Importance of Being Idle”
13) “Wonderwall”
14) “Supersonic”
15) “Don’t Look Back In Anger”
16) “Falling Down’”
17) “Champagne Supernova”
18) “I Am The Walrus”

+++++

E por falar em Oasis, o DJ Cookin’ Soul lançou na Internet um álbum com gravações que misturam a banda britânica ao rapper Jay-Z. “Ojayziz” é inspirado no famoso atrito entre Noel e o rapper norte-americano. Há três meses, o guitarrista disse que a escalação de Jay-Z para o festival de Glastonbury era “errada”. Em contrapartida, o rapper iniciou a sua apresentação no evento com uma versão de “Wonderwall”.

“Ojayziz” está disponível para download na página que o Cookin’ Soul mantém no site de relacionamentos MySpace. (Myspace.com/cookinsoul).

Entre os títulos de algumas canções do projeto estão “Wonderback” (abaixo), “99 Supersonic Problems”, “Supernova Hello” e “Dec 4th Masterplan”.

LYNYRD SKYNYRD DEVE LANÇAR NOVO DISCO NO INÍCIO DE 2009

A banda norte-americana deve lançar o seu novo álbum de estúdio no início do ano que vem, de acordo com o guitarrista Rickey Medlocke. Surpreendentemente, a banda escolheu o guitarrista John 5 (que já trabalhou com Marilyn Manson, David Lee Roth e Rob Zombie) para acompanhá-la nas gravações, que começaram no início do ano e devem ser finalizadas até dezembro.

“Estamos compondo um bocado com John 5. Enquanto todos pensavam: ‘Meu Deus, vocês vão escrever com esse cara? Será que vai funcionar?’, ele veio e provou que é muito talentoso em todos os gêneros musicais”, afirmou Medlocke para a Rolling Stone.

Duas canções que devem fazer parte do álbum são “Floyd” e “Bang, Bang”. Atualmente, o Lynyrd Skynyrd está na estrada fazendo uma turnê com Kid Rock, que participou do último disco de estúdio da banda, “Vicious Cycle”, lançado em 2003.

26 de ago de 2008

RÁPIDAS – ZECA PAGODINHO, FREJAT, IVETE SANGALO, MARIA RITA, MUDHONEY, OASIS, BEATLES

Na última 6ª feira, Zeca Pagodinho finalizou as gravações de seu novo trabalho. Segundo a assessoria de imprensa do sambista, haverá 13 composições inéditas no álbum (ainda sem título), que deve sair no final de setembro. Até o final do ano, Zeca Pagodinho iniciará uma turnê nacional, que deve começar pelo Rio de Janeiro.

+++++

Também para setembro está agendado o terceiro disco solo de Frejat, que vai se chamar “Intimidade Entre Estranhos”. Dentre os parceiros de Frejat nas composições novas estão Leoni, Zé Ramalho, Zeca Baleiro, Alvin L., Maurício Barros (que também é produtor do álbum), Bruno Levinson, e outros. “Dois Lados”, canção que já toca na novela “Beleza Pura”, estará presente no CD.

+++++

Ivete Sangalo encontra-se em estúdio preparando novo CD e DVD, com previsão de lançamento para o início do ano que vem. As gravações acontecem dentro de sua casa. O nome do pacote será “Pode Entrar”, e contará com a participação de artistas como Gilberto Gil, Roberto Carlos, Alexandre Pires e Saulo Fernandes.

+++++

O novo DVD de Maria Rita, com o registro do show “Samba Meu”, realizado no Rio de Janeiro em junho, sairá em setembro. O vídeo foi dirigido por Hugo Prata, da Zulu Filmes. O show de lançamento do DVD acontecerá no dia 27 de setembro no Vivo Rio, mesma casa de shows onde foi gravado o DVD. Os ingressos já estão à venda.

+++++

O Mudhoney retorna ao Brasil para um show no festival Demo Sul, em Londrina. A banda grunge será a principal atração do evento, que contará também com a Nação Zumbi. Esta será a quarta vez que o Mudhoney vem ao país. O grupo já esteve por aqui em 2001, em 2005 (quando abriram para o Pearl Jam) e em 2007, no festival Porão do Rock, em Brasília. As datas do Demo Sul ainda não foram confirmadas pela produção do evento.

+++++

O Oasis fechou três shows no México em novembro. No dia 26, a banda dos irmãos Gallagher tocam na Cidade do México, e nos dias 28 e 29 em Guadalajara e Monterrey, respectivamente. Muitos artistas têm o costume de passar pelo México antes de se apresentarem na América Latina. Portanto, é hora dos fãs brasileiros da banda inglesa cruzarem os dedos...

+++++

O site da revista Time publicou diversas fotos dos Beatles bem no início de carreira, em Liverpool. Uma das fotos está logo aí abaixo. Quem quiser checar as outras (belas) fotos, basta clicar aqui.

RAGE AGAINST THE MACHINE É ACUSADO DE USAR POLÍTICA PARA SE PROMOVER

A banda We Are Scientists, em entrevista à publicação inglesa New Musical Express, disse que o Rage Against The Machine emite opiniões políticas durante seus shows apenas para se exibir. As declarações foram feitas logo após a apresentação do grupo de Zach de la Rocha no festival de Reading, que aconteceu no fim de semana passado.

Na ocasião, o RATM subiu ao palco com os uniformes dos prisioneiros de Guantánamo, em uma clara crítica ao presidente George Bush.

Segundo Chris Cain, baixista do conjunto We Are Scientists, a performance do RATM foi “pretensiosa”. O vocalista Keith Murray também criticou: “A última pessoa de quem quero ouvir uma teoria é aquela cuja única virtude é o fato de saber tocar guitarra”. Entretanto, Murray, em seu discurso contraditório, acrescentou que acha positivo que as pessoas digam o que lhe passa pela cabeça e tentam fazer algo diferente.

TERCEIRO BOX COM A OBRA DO GENESIS JÁ ESTÁ NO FORNO

O Genesis revelou hoje detalhes da terceira e última caixa que cobre a sua carreira completa. De acordo com as informações constantes no site oficial da banda, a caixa “Genesis: 1970-1975” seguirá o mesmo estilo das duas anteriores, incluindo as versões remasterizadas (em estéreo e em 5.1 surround) dos cinco primeiros álbuns do grupo, bem como DVDs com uma variedade de extras, como trechos de shows, performances para a televisão e novas entrevistas com os integrantes da banda.

Os cinco discos que farão parte do box serão os seguintes: “Trespass”, “Nursery Cryme”, “Foxtrot”, “Selling England By The Pound” e “The Lamb Lies Down On Broadway”.

Mas o supra-sumo da caixa será o CD bônus com faixas raras jamais lançadas anteriormente. “Extra Tracks 1970 to 1975” contém quatro faixas gravadas em 1970 para uma trilha sonora de um documentário sobre a vida do pintor Mick Jackson. Tanto o filme quanto às gravações da trilha foram abortadas, e essas quatro faixas (que nunca haviam visto a luz do dia) foram o que sobrou das sessões.

O DVD que acompanhará o álbum “Selling England By The Pound” será outro ponto alto da caixa, com mais de uma hora e meia de imagens de apresentações realizadas pela banda durante um show na França e em um programa para a televisão italiana.

O box chegará às lojas européias no dia 10 de novembro.

As faixas do CD de raridades são as seguintes:
1) “Happy The Man” (7” Single)
2) “Twilight Alehouse” (B-side – “I Know What I Like”)
3) “Going Out To Get You” (Demo)
4) “Shepherd” (BBC Nightride)
5) “Pacidy” (BBC Nightride)
6) “Let Us Know Make Love” (BBC Nightride)
7) “Provocation” (Genesis Plays Jackson)
8) “Frustration” (Genesis Plays Jackson)
9) “Manipulation” (Genesis Plays Jackson)
10) “Resignation” (Genesis Plays Jackson)

RADIOHEAD APRESENTA COVER DE NEIL YOUNG EM SHOW



A banda liderada por Thom Yorke fez uma homenagem a um dos maiores ícones vivos da música. Durante show realizado no Hollywood Bowl, em Los Angeles, na noite de ontem, o Radiohead fez uma bonita versão para a canção “Tell Me Why”, de Neil Young (vídeo acima).

A canção foi originalmente gravada por Young, no seu (clássico) álbum “After The Gold Rush”, de 1970.

Como vem sendo costumeiro na atual turnê do Radiohead, o repertório do concerto da Califórnia contou com várias canções do álbum “In Rainbows”, como “All I Need”, “House Of Cards” e “Jigsaw Falling Into Place”. Os ingressos para a apresentação de ontem esgotaram-se.

JACK OSBOURNE PREPARA DOCUMENTÁRIO DE OZZY

O filho de Ozzy Osbourne revelou que está atualmente trabalhando em documentário “verdadeiro” sobre o seu pai. Ele tomou a decisão por acreditar que a série televisiva “The Osbournes” “desacreditou” a imagem de Ozzy.

Em entrevista à Rolling Stone, Jack Osbourne, que assina como produtor executivo do documentário, disse que a série produzida pela MTV o levou a produzir o filme. “Estou tentando pintar uma figura realista de quem é o meu pai. Eu acho que o ‘The Osbournes’, de um certo modo, manchou a sua reputação, colocando-o como um cara senil, engraçado e bonachão. Sim, o meu pai pode ser esse cara, mas não é ele de verdade. Meu pai não é um idiota. Na minha opinião, ele não é nada menos do que um gênio. Ele tem muitas falhas e nós estamos tentando pintar a figura mais real possível dele”, disse Jack.

As filmagens começaram em janeiro, e Jack ainda pretende entrevistar todos os principais membros do Black Sabbath, além de músicos que tocaram na carreira-solo de Ozzy, familiares e amigos. “O difícil é fazer com que as pessoas sejam honestas”, afirmou o filho de Ozzy Osbourne.

O filme, cujo título provisório é “John” (nome verdadeiro de Ozzy), ainda não tem previsão de lançamento, mas espera-se que, pelo menos algumas imagens já estejam disponíveis para o OzzFest do ano que vem.

MUSE TERMINA DE GRAVAR AS PRIMEIRAS FAIXAS DE NOVO ÁLBUM

O baterista Dominic Howard, em entrevista à BBC, disse que o Muse completou as gravações das primeiras canções que farão parte do novo disco da banda, que ainda não tem nome definido. O grupo inglês começou a trabalhar no sucessor de “Black Holes And Revelations” logo após a sua apresentação no V Festival, realizado na Grã-Bretanha no início desse mês.

Howard disse que a banda pretende tirar duas semanas de folga antes de retornar ao seu estúdio, na Itália, para voltar a gravar. “Nós já fizemos algumas faixas e tudo está soando maravilhosamente bem”, disse.

No momento, não há previsão de lançamento do novo CD do Muse.

ANSIEDADE POR NOVO DO AC/DC ALAVANCA BANDA NAS PARADAS AUSTRALIANAS

“Black Ice” só será lançado no dia 20 de setembro, mas a ansiedade já está fazendo com que os fãs da maior banda australiana corram para as lojas atrás dos velhos clássicos do grupo liderado por Angus Young.

Cinco álbuns do AC/DC retornaram a parada australiana de discos na semana passada. O mais bem colocado é “TNT” (originalmente lançado em 1975), que ocupa o 47º lugar. Os outros discos que estão no ranking são “Highway To Hell” (1979 – 61ª colocação), “Dirty Deeds Done Cheap” (1976 – 62ª), “Who Made Who” (1986 – 74ª) e “The Razor’s Edge” (1990 – 94ª).

Por sua vez, a banda anunciou que “Black Ice” será vendido com três capas diferentes (fotos acima).

AEROSMITH SE PREPARA PARA ENTRAR EM ESTÚDIO

A banda liderada por Steven Tyler finalmente decidiu retornar aos estúdios para a gravação de um novo disco. Em entrevista ao Boston Globe, o baterista Joey Kramer disse que a banda vai começar a gravar o sucessor de “Honkin’ On Bobo” (2004), em outubro.

Se tudo correr conforme o planejado por Kramer, o novo trabalho chegará às lojas no início do ano que vem. Já o início da turnê está previsto para o primeiro semestre de 2009.

Mesmo não tendo gravado disco de inéditas em 2008, o ano foi bastante movimentado para a banda, com a internação de Steven Tyler em uma clínica de reabilitação, bem como o lançamento do jogo Guitar Hero, que ajudou a introduzir o antigo catálogo da banda para novos fãs.

METALLICA DISPONIBILIZA MAIS UMA FAIXA DE “DEATH MAGNETIC”



“My Apocalypse” é o nome da última faixa do próximo disco do Metallica, a ser lançado no dia 12 de setembro, e já está disponibilizada no site oficial do Metallica. A música (acima) tem uma batida de bateria rápida e pesada, além de, como de costume, guitarras frenéticas.

No fim de semana passado, a banda norte-americana participou dos festivais de Reading e Leeds, ambos na Inglaterra. Em ambos os shows foram apresentadas duas canções de “Death Magnetic”: “Cyanide” e “The Day That Never Comes”.

THE KILLERS ANUNCIAM MAIS DETALHES DE “DAY AND AGE”



Em entrevista ao New Musical Express nos bastidores do festival de Leeds, no fim de semana passado, o vocalista da banda de Las Vegas, Brandon Flowers, deu maiores detalhes acerca do próximo trabalho do The Killers, “Day And Age”.

O cantor explicou que as letras das novas músicas “são mais tranqüilas, mas progrediram” com relação as letras dos discos anteriores. Ele também revelou os títulos de algumas faixas do álbum, como “Goodnight Travel Well”, “Joyride”, “Neon Tiger”, “I Can’t Stay” e “Losing Touch”. Flowers afirmou que essa última é uma de suas favoritas. A entrevista pode ser vista aqui.

O lançamento de “Day And Age” está agendado para novembro.

Durante o seu show no festival, o grupo apresentou – como já vem fazendo em concertos anteriores – a canção “Spaceman”, que fará parte do novo disco (vídeo acima).

FALL OUT BOY REVELA DETALHES DE NOVO ÁLBUM



A banda norte-americana anunciou hoje que lançará o seu novo disco de estúdio, “Folie A Deux”, no dia 04 de novembro. Em um vídeo postado em seu site oficial (acima), a banda também revelou que disponibilizou um mixer virtual em outro site na Internet.

No mixer estão disponíveis canções de bandas como The Academy Is e Panic At The Disco.

No vídeo, o guitarrista e vocalista Patrick Stump diz que o título do álbum “é francês, e, obviamente, eu não falo francês, desculpem-me. Mas pode ser traduzido como ‘loucura compartilhada entre duas pessoas’”.

LED ZEPPELIN TRABALHA EM NOVO MATERIAL

Jimmy Page, John Paul Jones e Jason Bonham estão reunidos trabalhando em novas composições que podem vir a fazer parte de um novo álbum do Led Zeppelin. O baterista Jason Bonham disse à rádio WCSX (94,7 de Detroit) que escrever novas composições sempre “esteve na mente” da banda desde o show de reunião em Londres, em dezembro do ano passado. No entanto, o vocalista Robert Plant ainda não está envolvido nas sessões.

“Eu estou trabalhando com Jimmy e John Paul e tentando testar algo novo. Eu não sei o que será exatamente, mas será alguma coisa. No momento, tudo o que eu sei é que tenho imenso prazer em tocar com esses dois caras e produzir novas canções”, disse o filho do lendário John Bonham.

“Quando entramos no estúdio, não perguntei nada. Se me ligarem pedindo para eu ir e tocar, eu vou aproveitar cada momento. Aconteça o que acontecer, estou tendo a chance de tocar com duas pessoas como eles, e isso é fenomenal para mim. Foi o que eu sonhei em fazer. A possibilidade de fazer algo [como um álbum] está em jogo. Eu realmente senti que havia tal possibilidade, a partir do momento em que saí do palco da O2 Arena”, completou o baterista.

PAUL MCCARTNEY CONFIRMA SHOW EM ISRAEL

Após mais de quarenta anos da proibição de sua banda pisar em território israelense, o ex-Beatle agendou o dia 25 de setembro para realizar o seu primeiro concerto em Tel Aviv. O show, que acontecerá no Parque Hayarkon, faz parte da atual turnê de Paul McCartney.

Em 1965, as autoridades israelitas proibiram os Beatles de promover um show no país por causa dos “cabelos longos” e das “músicas barulhentas” do quarteto de Liverpool, que poderiam “corromper a juventude local”.

Nesse ano, a embaixada de Israel em Londres pediu desculpas formais aos dois ex-beatles vivos, Paul McCartney e Ringo Star, bem como às viúvas de John Lennon e George Harrison, pela proibição.

25 de ago de 2008

SONIC YOUTH “VOLTA” A SER INDIE

Pela primeira vez em dezoito anos, o Sonic Youth retorna a uma gravadora indie. Depois de lançar o álbum “Rather Ripped” (2006) e encerrar o longo contrato com a gravadora Geffen Records, a banda lançará o seu novo trabalho através de uma gravadora indie.

Em entrevista à Rolling Stone, Thurston Moore disse que a banda já tem um selo em vista. “Mas me parece que não estou autorizado a divulgar nada agora. Não quero correr o risco de uma tempestade”. Entretanto, Moore revelou que o grupo está em fase de composição das novas canções para o próximo álbum. Em novembro, ele e os demais integrantes do Sonic Youth entrarão em estúdio para dar início às gravações. O disco deverá ser lançado em meados do ano que vem.

“Eu já escrevi uma meia dúzia de idéias musicais. Eu tento não finalizá-las demais. Na última vez que a banda esteve junta, nós criamos várias coisas diferentes”, disse Moore.

Sobre o retorno ao mundo indie, Moore está ansioso. “Parece ser ótimo. Os últimos quatro ou cinco discos que fizemos nós estávamos muito compromissados com a situação. Mas foi o jeito”, finalizou.

MICHAEL JACKSON LANÇA JOGO NA INTERNET


MADONNA CRIA POLÊMICA COM PARTIDO REPUBLICANO EM SUA NOVA TURNÊ

O Partido Republicano norte-americano reagiu com indignação às imagens que associavam o candidato John McCain a ditadores como Adolf Hitler e Robert Mugabe (do Zimbábue). Tucker Bounds, um dos porta-vozes da campanha de McCain disse à Fox News que as comparações são “escandalosas, inaceitáveis e cruéis”.

O vídeo que apareceu nos telões durante a canção “Get Stupid” ainda mostra imagens de John Lennon, do ex-vice-presidente Al Gore, de Martin Luther King e do candidato democrata Barack Obama. Essas imagens finais faziam um contraste com as iniciais, dando a entender que Obama representaria a paz e a esperança, ao contrário do candidato republicano.

“Isso mostra claramente que ela está apoiando Barack Obama. As celebridades mundiais, suas colegas, se recusam a considerar qualquer limitação aos ataques contra McCain”, afirmou Tucker Bounds.

O vídeo que aparece no show está logo aí abaixo:

GEORGE MICHAEL SE DESPEDE DOS PALCOS MAS NÃO DOS ESTÚDIOS

Neste fim de semana, o cantor britânico realizou shows que, segundo ele, serão os últimos de sua carreira. Mas, para alívio dos fãs, durante o concerto realizado ontem na Earl’s Court, em Londres, George Michael anunciou que vai gravar um single para o Natal desse ano, sugerindo que não vai abandonar os estúdios.

A canção a ser gravada será “Feeling Good”, música que originalmente fez parte da trilha sonora do musical “The Roar Of The Greasepaint: The Smell Of The Crowd” (1965), e que já ganhou versões da cantora de jazz Nina Simone e da banda britânica Muse.

Durante o show, George também revelou que tem planos de gravar outros singles. Ele afirmou que, além de “Feeling Good”, poderá gravar mais uma canção a ser lançada ainda nesse ano.

O single será lançado no dia 25 de dezembro e estará disponível para download gratuito no site do cantor.

Abaixo, o videoclipe da versão do Muse, gravada em 2001, e que até hoje é muito pedida em qualquer show da banda.

“SHOW SECRETO DO FOO FIGHTERS” CAUSA TUMULTO NO FESTIVAL DE READING

Boatos de que a banda liderada por Dave Grohl faria uma apresentação surpresa no festival inglês de Reading ontem, causaram muita confusão entre milhares de fãs. Tudo começou porque a desconhecida banda punk The FF’ers estava agendada para se apresentar às 17h em um palco pequeno do evento. Todos pensaram que The FF’ers seria um pseudônimo para Foo Fighters.

Mas na hora do show, os fãs descobriram que os tais FF’ers realmente existiam. Três mil pessoas, que lotavam a tenda que abrigava o pequeno palco, ficaram furiosas e receberam a banda punk com garrafas. Em consequência, o conjunto teve que abandonar o palco. A próxima banda que iria se apresentar, o Underground Railroad, também recebeu um tratamento parecido, ou seja, uma verdadeira chuva de lama, garrafas e sapatos.

O trio francês ainda tentou provocar o público, arremessando as garrafas e os sapatos de volta, mas os seguranças entraram em ação e os ânimos só esfriaram após o locutor anunciar que realmente não haveria show dos Foo Fighters no festival.

INAUGURADA ESTÁTUA DE BOB MARLEY NOS BALCÃS

Uma estátua da lenda do reggae, Bob Marley, foi inaugurada em uma pequena cidadela na Sérvia durante um festival de rock. Os organizadores do festival disseram à BBC que objetivo da figura de Marley é promover a paz nos locais da região que vivem em conflitos.

A figura (foto acima) foi revelada ao público em Banatski Sokolac, à meia-noite de hoje, enquanto músicos da Croácia e da Sérvia (Jovan Matic e Dado Topic) se apresentavam no evento.

Os organizadores do evento disseram que Bob Marley “promoveu a paz e a tolerância em sua música”. Segundo eles, a estátua, que foi criada pelo croata Davor Dukic, é o primeiro monumento em homenagem ao astro do reggae na Europa.